Thursday, September 13, 2007

Emmy 2007 - Lead Actress in a Drama Series

Outstanding Lead Actress In A Drama Series

Brothers & Sisters • ABC • ABC Studios
Sally Field as Nora Walker
Histórico no Emmy:
7 indicações e duas vitórias – uma na categoria de Best Actress in a Drama and Comedy Special por “Sybil” (1977) e a segunda na categoria de Guest Actress in a Drama Series por “ER” (2001).
Episódio: “Mistakes Were Made (Part 2)”
Claramente, não é só a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas que ama Sally Field. A Academia de Ciências e Artes Televisivas também a adora. “Mistakes Were Made (Part 2)” é um dos melhores episódios que eu vi na temporada 2006-2007. Um roteiro primoroso, que coloca a família Walker e, particularmente, a matriarca Nora, vivendo os mesmos conflitos experimentados em duas épocas distintas. Dois feriados de Ação de Graças marcados pelo fato de que seu filho mais novo, Justin (Dave Annable), se alistou no exército e foi chamado para lutar no Afeganistão e, posteriormente, no Iraque. Sally Field dá uma aula de interpretação como a mãe angustiada que só quer proteger seu filho. E o episódio ainda conta com uma Calista Flockhart inspiradíssima. Field se coloca como uma das favoritas ao Emmy de Lead Actress in a Drama Series.

The Closer • TNT • The Shephard/Robin Company in association with Warner Bros. Television
Kyra Sedgwick as Dep. Chief Brenda Leigh Johnson
Histórico no Emmy:
2 indicações e nenhuma vitória.
Episódio: “Slippin’”
Kyra Sedgwick é uma das melhores atrizes trabalhando na televisão atualmente. A maneira como ela construiu a personagem Brenda Leigh Johnson é simplesmente fantástica e passa pelo sotaque típico do sul dos EUA, pelos gestos, trejeitos e olhares. Brenda realmente faz jus à sua reputação de excelente “fechadora de casos”. Em “Slippin’”, o caso que ela investiga é o assassinato de dois estudantes que pode ter algo a ver com brigas de gangues. Além disso, Brenda tenta despistar a sua mãe (que está lhe fazendo uma visita) a respeito do seu relacionamento com Fritz (Jon Tenney). Como sempre, Kyra tem uma atuação muito boa no episódio, especialmente nas partes em que ela está na sala de interrogatório. “Slippin’”, por sinal, não é o melhor episódio dela na segunda temporada de “The Closer”. Para deixar a competição para trás e vencer o Emmy de forma absoluta, ela teria, por exemplo, que submeter “Critical Missing” ou “Heroic Measures”.

Law & Order: Special Victims Unit • NBC • A Wolf Films Production in association with NBC Universal Television Studio
Mariska Hargitay as Detective Olivia Benson
Histórico no Emmy:
4 indicações e uma vitória na categoria de Best Actress in a Drama Series (2006) por sua performance neste seriado.
Episódio: “Florida”
Atual vencedora do Emmy, Mariska Hargitay, além de ser uma ótima atriz, sabe como poucas escolher o episódio perfeito para apresentar na premiação. Neste ano, para tentar conquistar seu segundo Emmy consecutivo, ela escolhe “Florida”. Neste episódio, a detetive Olivia Benson arrisca a sua carreira para proteger seu meio-irmão, que está sendo acusado de estupro. A personagem que Hargitay interpreta neste seriado é muito complexa. Uma detetive que trabalha numa Unidade de Crimes Sexuais, filha de um estuprador, com um irmão agora acusado de estupro. O material psicológico que a atriz tem é imenso e ela – no caso particular de “Florida” – dá um show de atuação em um episódio que tem um roteiro excelente e performances inspiradas dos atores convidados, em especial de Kim Delaney.

Medium • NBC • CBS Paramount Television, Grammnet, Picturemaker Productions
Patricia Arquette as Allison Dubois
Histórico no Emmy:
2 indicações e uma vitória na categoria de Best Actress in a Drama Series (2005) pelo seu trabalho neste seriado.
Episódio: “Be Kind, Rewind”
Depois de ficar um ano de castigo por ter “roubado” o Emmy de Mariska Hargitay (que tinha submetido “Charisma”, uma das melhores horas dramáticas recentes da televisão norte-americana), Patricia Arquette volta ao Emmy por total merecimento, tendo em vista que seu trabalho na terceira temporada de “Medium” foi excelente. No seriado, ela interpreta Allison Dubois, uma funcionária da Promotoria Pública, que ajuda na resolução dos casos ao utilizar as suas habilidades mediúnicas. Em “Be Kind, Rewind”, Allison Dubois vive o mesmo dia de várias maneiras diferentes. A cada novo sonho, um novo dia e uma nova pista para seu último caso. A atuação de Arquette é muito boa e seu melhor momento acontece numa cena em que ela está tomando café na cozinha, com sua família, e estoura sobre os problemas com os quais ela é confrontada todos os dias.

The Riches • FX • FX Productions and Fox Television Studios
Minnie Driver as Dahlia Malloy
Histórico no Emmy:
Primeira indicação
Episódio: “Pilot”
Minnie Driver não chega a ser uma surpresa nesta lista. Desde que seu nome foi confirmado entre as pré-indicadas ao Emmy de Lead Actress in a Drama Series, a certeza de sua indicação ficava cada vez mais próxima. “The Riches” conta a história dos Malloys, uma família de trapaceiros que, depois de trair a confiança dos seus familiares, decide embarcar no seu mais audacioso golpe: assumir a identidade de uma rica família e viver com todo luxo que eles têm direito. A personagem que Driver interpreta se chama Dahlia; e ela acaba de sair da prisão e sofre para se readaptar ao mundo real. A atuação de Driver no episódio é bem contida. Ela está o tempo todo como se estivesse num território desconhecido e só nos vinte minutos finais do episódio, a atriz solta toda a raiva acumulada por Dahlia. É uma atuação muito boa, que pode colocar a atriz como a zebra da categoria.

The Sopranos • HBO • Chase Films and Brad Grey Television in association with HBO Entertainment
Edie Falco as Carmela Soprano
Histórico no Emmy:
6 indicações e três vitórias (1999, 2001, 2003) – todas pela sua performance neste seriado.
Episódio: “The Second Coming”
Edie Falco foi indicada por seu trabalho como Carmela Soprano em todas as temporadas do seriado “The Sopranos”. Uma das melhores atrizes do aclamada série da HBO, estranhamente, na última temporada de “The Sopranos”, Falco foi relevada a um status de atriz coadjuvante, e teve pouquíssimo material. Mesmo assim, ela foi indicada ao Emmy de Lead Actress in a Drama Series. Em “The Second Coming” (episódio que também foi escolhido por James Gandolfini), Carmela Soprano lida com os mesmos problemas passados com Tony (James Gandolfini). Seu filho AJ (Robert Iler) acaba no hospital depois de tentar cometer suicídio. Meadow (Jamie-Lynn Sigler) vive um relacionamento secreto com um novo rapaz. O melhor momento dela é a cena em que Carmela coloca a culpa pelo que acontece com AJ em cima de Tony. Mesmo não repetindo os seus melhores anos no seriado, nunca poderemos descartar Falco da vitória no Emmy.

Rankings:
1. Mariska Hargitay, “Law & Order – Special Victims Unit”
2. Sally Field, “Brothers & Sisters”
3. Kyra Sedgwick, “The Closer”
4. Minnie Driver, “The Riches”
5. Patricia Arquette, “Medium”
6. Edie Falco, “The Sopranos”

Quem vai ganhar? Sally Field, “Brothers & Sisters”
Fique de olho em: Todas as indicadas. Lead Actress in a Drama Series é a categoria mais forte do Primetime Emmy Awards 2007 e não podemos descartar nenhuma das atrizes indicadas – até mesmo Edie Falco. No entanto, se formos nos basear nos comentários gerais sobre o Emmy, devemos prestar um pouquinho mais de atenção em: Mariska Hargitay, “Law & Order – Special Victims Unit” e Kyra Sedgwick, “The Closer” – nas últimas semanas, ela vem sendo apontada como a vencedora por muitos sites de previsão, porque existe um consenso geral na indústria de que chegou a hora de ela vencer o Emmy.

14 comments:

Museu do Cinema said...

Edie Falco e Kyra Sedgwick, pareo duro!

Mas pelo que disse nenhuma das duas tem chances...

Kamila said...

Que nada, Cassiano. Como eu falei na análise, esta é a categoria mais forte do Emmy e não existe uma favorita disparada ao prêmio.

Se os votantes forem pelos episódios indicados, acredito que as atrizes que possuem maiores chances de vencer são: Sally Field e Mariska Hargitay.

No entanto, como eu disse no final da análise, o nome da Kyra tem surgido como favorita porque existe este consenso de que chegou a hora de ela vencer. Mesmo ela não tendo escolhido seu melhor episódio, acho que ela está excelente e está no páreo.

A Edie é que tem menos chances de vencer, porque é a que tem menos tempo em cena no seu episódio. Mas, nunca poderemos descartá-la, até porque "Sopranos" vem na sua última temporada e a Edie já tem 3 Emmys por este papel.

Romeika said...

Ah, sempre gostei muito da Sally Field, nem sabia que ela estava numa série (eu, como sempre toda por fora), e olha quantas atrizes egressas do cinema! Das seis, as únicas que eu não lembro de ter visto em um filme são a Mariska Hargitay e a Edie Falco.

Adoraria ver a Sally Field num bom filme pra o cinema novamente, saudades dela. E parabéns pela cobertura das categorias do Emmy, está tudo ótimo.

Kamila said...

É, Romeika. Agora virou moda. Muitas atrizes de cinema estão fazendo a transição para a TV, especialmente as mais maduras, porque os bons papéis estão lá na TV e as séries pagam muito bem. Se, neste ano, a categoria já está fortíssima; no próximo, ela promete ainda mais porque Glenn Close, Parker Posey e Holly Hunter vêm aí.

Também não me lembro da Mariska Hargitay num filme. Ela deveria ser aproveitada no cinema porque é uma baita atriz.

Me lembro da Edie em "A Cor de um Crime", num papel até pequeno.

O último filme da Sally a que eu assisti no cinema foi a continuação de "Legalmente Loira". Seria ótimo vê-la no cinema novamente. Quem sabe a série dela (que é excelente, por sinal) não possa fazer isso por ela.

E, obrigada. :-)

Romeika said...

Sim, Kamila, foi mesmo! Tb lembro da Sally Field em "Legalmente Loira 2", ótima como sempre, mas de longe aquele papel nem se compara a tantos outros que ela interpretou tão bem. Essas atrizes maduras estão mais do que certas, melhor fazer a transição pra TV, se é lá que estão os bons papéis.

Kamila said...

Concordo plenamente, Romeika. A transição tem mesmo que ser feita.

Matheus Pannebecker said...

Fiquei surpreso ao ver sua aposta em Sally Field. Não que eu não ache justo, até adoro sua interpretação, mas acho que tem poucas chances diante de Kyra Sedgwick (que eu acho que sairá vencedora) e Edie Falco.

Meu ranking ficaria assim:
1. Kyra Sedgwick
2. Edie Falco
3. Sally Field
4. Patricia Arquette
5. Mariska Hargitay

Kamila said...

Matheus, tem tanta gente menosprezando a Sally Field. Muita gente se esquece de que ela tem nome na indústria, é uma atriz respeitada, que tem uma ótima atuação em um seriado que precisa de um reconhecimento como o Emmy para ver se atrai uma maior audiência.

Mesmo com todas as evidências apontando o contrário, eu ainda aposto na Sally Field.

Matheus Pannebecker said...

Achei as indicações de Brothers & Sisters justas. Apesar de não ser nada demais até onde vi, gosto da série. Especialmente por causa de Sally e Griffiths. Ultimamente tenho tido muita dificuldade em fazer o download da série, e creio que não acompanharei mais, uma pena, já que todos dizem que ela melhora bastante quando se encaminha pro final.

Kamila said...

Matheus, também achei as indicações recebidas por "Brothers & Sisters" bem justas. Acho que a Calista Flockhart ainda poderia ser indicada, se a categoria de Atriz Drama não fosse tão forte.

Você tem o Universal Channel? A série vai começar a passar no canal, acredito que, a partir de Outubro.

Matheus pannebecker said...

Não possuo TV por assinatura, então fica complicado para eu assisti-las. Gosto de Calista Flockhart, lembro-me dela em "Coisas Que Você Pode Dizer Só de Olhar Para Ela".
Acho que acabei de resolver o problema, achei um site bem legal de download de séries.
Preciso continuar acompanhando Brothers & Sisters, Dexter e Desperate Housewives. Sem contar que começarei a ver Ugly Betty.

Kamila said...

Matheus, fico feliz de saber que você conseguirá continuar acompanhando as suas séries favoritas.

Vinícius P. said...

Sem dúvida uma bela categoria, todas ótimas. Mais uma vez deixei de ver todos os episódios - a única série que acompanho dessas é "Brothers & Sisters", portanto torço para a Sally Field. Meus palpites:

1. Kyra Sedgwick
2. Edie Falco
3. Minnie Driver
4. Sally Field
5. Mariska Hargitay
6. Patricia Arquette

Abraço!

Kamila said...

Vinícius, apesar de achar que a Sally Field vai ganhar, minha torcida é toda da Kyra Sedgwick.

Seu ranking está ótimo!