Monday, September 24, 2007

Ponte Para Terabítia (Bridge to Terabithia, 2007)

Se existe algo de belo na infância, é a capacidade que a criança tem de sonhar, de imaginar, de não enxergar a maldade e de ter uma esperança infinita. No começo de “Ponte Para Terabítia”, do diretor Gabor Csupo, Jesse Aarons (Josh Hutcherson) não consegue imaginar uma vida melhor. Ele vive no sacrifício, com sua grande família; e, na escola, ele encontra um ambiente ainda mais opressor, graças à personalidade difícil que alguns de seus colegas possuem. Jesse só consegue ser ele mesmo quando está desenhando.

A vida dele irá mudar quando ele conhece Leslie Burke (AnnaSophia Robb, de “A Fantástica Fábrica de Chocolate”), uma garota que se mudou para a casa vizinha da família Aarons. Leslie, que é filha de um casal de escritores, é corajosa e não tem medo de liberar seus pensamentos. Ao desenvolver uma amizade com Jesse, Leslie consegue fazer com que ele embarque no seu jogo de imaginação e, juntos, os dois criam um novo universo, ao qual eles dão o nome de Terabítia, e no qual eles serão rei e rainha e enfrentarão alguns inimigos.

“Ponte Para Terabítia” é um filme de gênero não-específico. Nele, encontramos elementos de aventura, fantasia, comédia romântica e drama. Talvez, uma denominação perfeita para ele seria aquilo que os críticos de cinema chamam de “filmes para a família”. “Ponte Para Terabítia” é mais do que um filme sobre o poder da imaginação. É uma película que fala, principalmente, sobre o valor da amizade – como ela nos define, nos acompanha e nos ajuda a enfrentar a vida, especialmente naquela difícil etapa que se chama crescimento.

Cotação: 7,0

Ponte para Terabítia (Bridge to Terabithia, EUA, 2007)
Diretor(es): Gabor Csupo
Roteirista(s): Jeff Stockwell, David Paterson, Katherine Paterson
Elenco: Josh Hutcherson, AnnaSophia Robb, Zooey Deschanel, Robert Patrick, Bailee Madison, Kate Butler, Devon Wood, Emma Fenton, Grace Brannigan, Latham Gaines, Judy McIntosh, Patricia Aldersley, Lauren Clinton, Isabelle Rose Kircher, Cameron Wakefield

10 comments:

Vinícius P. said...

Tenho uma opinião extremamente parecida em relação a esse filme (apesar de minha cotação ser 6,5). Achei esse "A Ponte Para Terabítia" muito bobo em sua primeira hora, até estranhei o fato de ser aclamado pela crítica (e com certeza o detonaria em minha crítica). Entretanto, foi impossível não se emocionar com aquela reviravolta. Um belo filme infantil.

Julia said...

Eu gostei muito do filme, achei um lindo filme infantil. E bem surpreendente também, não esperava aquele final.

Wally - Cine Vita said...

Kamila, eu sofri vendo esse filme dublado nos cinemas e ele não teve a mínima emoção. Agora, quando o revi em DVD, foi complicado não me emocionar. Um filme realmente efficiente, belo e memorável. Vale dizer que fui, durante meus anos do ensino infantil, fã do livro do qual o filme se baseia. Eu já esperava o final, mas nem por isso não achei inesperado a forma ótima com a qual o conduzem. Ótimo filme com boas performances de sua dupla.

Foi vendido horrívelmente! Isso sim, todo mundo vê esperando uma aventura como As Croncias de Narnia.

Nota 7,5

Ramon Scheidemantel said...

Sempre que estou com esse filme em mãos, dou uma enrolada e vou procurar algo melhor.
Apesar de querer assisti-lo, estou meio cansado do gênero. Talvez, com sua dica de que o mundo é criado através do poder da imaginação você me ajudou. Acho que vou enrolar mais algum tempo até assisti-lo. hehe!

Otavio Almeida said...

É bonitinho! E vai ter um chamado AS CRÔNICAS DE SPIDERWICK... vi o trailer e o clima lembra PONTE PARA TERABÍTIA.

Bjs!

Kamila said...

Vinícius e Julia, faço das suas palavras as minhas. No começo, achei o filme muito chato, mas, a partir daquela reviravolta, o filme me pegou.

Wally, não conhecia o livro no qual "Ponte Para Terabítia" se baseou. Mas, achei a história do filme muito bonitinha. E é uma pena que o filme tenha sido mal vendido pela Walden.

Ramon, pode enrolar mais um pouquinho, até mesmo porque as locadoras têm trazido melhores lançamentos que esse aqui. :-)

Otavio, nem sabia desse "As Crônicas de Spiderwick". Obrigada pela informação.

Beijos.

Rafael Carvalho said...

No início do filme me cansei muito pois me pareceu muito infantil e bobo. Mas a relação de amizade entre os dois e aquela carga de imaginação que surgia do nada foi me encantando aos poucos. Mas o final é arrebatador e bastante corajoso já que se trata de um filme voltado para o público jovem. No fim, dei a mesma nota.

Kamila said...

Concordo plenamente com seu comentário, Rafael.

Romeika said...

Kamila, gosto dos filmes do gênero fantasia, queria muito ter visto esse filme no cinema, mas não deu. Parece que muitos se emocionam ao final do filme, do jeito que eu sou besta pra chorar às vezes... Qualquer dia desses, eu alugo.

Kamila said...

Romeika, o filme começa meio morno, mas vai pegando a gente. A história é linda e o filme tem uma moral muito bonita. Não deixe de assistir.