Tuesday, November 27, 2007

Invasores (The Invasion, 2007)

Pode não parecer, à primeira vista, mas o filme “Invasores”, do diretor alemão Oliver Hirschbiegel (com direção adicional de James McTeigue), é mais do que um filme dramático (com toques de ação e ficção científica). A película tem um teor bastante político, na medida em que o seu roteiro – que foi escrito por Dave Kajganich, com base no livro de Jack Finney – tem como personagem principal uma mulher, a psiquiatra Carol Bennell (Nicole Kidman, numa ótima atuação), que acredita poder viver em um mundo melhor, em que os homens deixarão de ser mesquinhos e ambiciosos e as guerras e discordâncias serão apenas lembranças do passado.

“Invasores” mostra, justamente, a transformação – lenta e gradual – dos humanos, que passarão a oferecer a possibilidade real para Carol viver neste mundo em que ela tanto desejava. A mutação começa a acontecer quando uma nave espacial se despedaça ao entrar em contato com a Terra. Do alto escalão – começando pelo ex-marido de Carol, Tucker Kaufman (Jeremy Northam), que possui um cargo de destaque no governo norte-americano – até às partes mais humildes, a maioria dos humanos começa a viver como uma espécie de zumbis, sem esboçar qualquer sentimento.

Imagine então o conflito em que Carol, a mãe amorosa e dedicada do filho Oliver (o talentoso Jackson Bond), se vê envolvida. Ao ver seu sonho transformado em realidade, ela aceita – a custo de muito sofrimento e sacrifício – que este não é o tipo de mundo que gostaria de deixar para o seu filho. Portanto, a grande luta da psiquiatra – no decorrer de “Invasores” – é proteger a si mesma e o pequeno Oliver; ao mesmo tempo em que tenta ajudar o Dr. Ben Driscoll (Daniel Craig) e o Dr. Stephen Galeano (Jeffrey Wright) a encontrar uma cura para a epidemia que atingiu humanos em todo o mundo.

Quando estreou nos cinemas dos Estados Unidos, “Invasores” foi completamente massacrado pela crítica e, em conseqüência disso, nem recebeu a atenção do público. Ao assistirmos ao filme, podemos chegar à conclusão de que a péssima recepção foi extremamente injusta com “Invasores”. O diretor Oliver Hirschbiegel (do excelente “A Queda – Os Últimos Dias de Hitler”) realiza um ótimo trabalho de apresentação da trama. Num conjunto que se estende à edição de Hans Funck e Joel Negron e à música de John Ottman, Hirschbiegel cria um clima de tensão que culmina com a fantástica penúltima cena em que, após sofrer um acidente de carro, Carol tenta levar seu filho Oliver para o mais longe possível daqueles seres que, de inofensivos, nada tinham. A conclusão que se chega após a final de “Invasores” é que a paz, assim como o mundo sonhado por Carol, é somente uma utopia – e nunca uma realidade.

Cotação: 6,5

Invasores (The Invasion, EUA, 2007)
Diretor(es): Oliver Hirschbiegel, James McTeigue
Roteirista(s): David Kajganich
Elenco: Nicole Kidman, Daniel Craig, Jeremy Northam, Jackson Bond, Jeffrey Wright, Veronica Cartwright, Josef Sommer, Celia Weston, Roger Rees, Eric Benjamin, Susan Floyd, Stephanie Berry, Alexis Raben, Adam LeFevre, Joanna Merlin

15 comments:

Matheus Pannebecker said...

Não achei ruim, é bem divertido. Nicole está linda e o roteiro sabe manter o espectador atento, onde peca apenas no final rápido demais. Acerta na ação e na visão política, mas acho que podia ter um puquinho mais de força e originalidade.
NOTA: 6.5

Kamila said...

Matheus, achei o ritmo do filme perfeito. Não senti o final apressado demais. A trama me prendeu o tempo inteiro e eu adorei a atuação da Nicole. Suas ressalvas ao filme não são as minhas. :-)

Beijos.

Vulgo Dudu said...

Parece interessante mesmo... Mas fico no aguardo mesmo é da sua resenha sobre "Kinky boots"... hahahaha...

Bjs.

Wally - Cine Vita said...

Minha grande decepção com Invasores foi seu final, muito fraco. O filme diverte sim, mas sempre parece não ser o filme que poderia ter sido. Oliver teria feito um drama psicológico e o que ocorreu foi um thriller de ficção. Os Wachowski não ajudaram.

Nota 5,0

Mas Nicole ta ótima e Craig também

Ciao!

Kamila said...

Dudu, acredita que perdi a estréia de "Kinky Boots", no Max? Me esqueci que o filme iria passar no mesmo horário que o último episódio da segunda temporada de "Big Love". Mas, não desisti de assistir ao filme e farei isso assim que ele passar novamente no canal.

Wally, concordo que o final é bem fraco. Me lembrou o fim de "Diamante de Sangue", uma cena completamente desnecessária. Mas, discordo de você em um ponto: o filme é um drama psicológico, a ação só entra naquela penúltima cena do acidente de carro.

Beijos.

Wally - Cine Vita said...

Kamila, eu quis dizer que Oliver, sem a influência, poderia ter feito algo muito mais pessoal, político e vibrante, mas ficou somente no suspense (que achei fraco) e na ação (que uma vez ou outra diverte). Eu achei o último diálogo do filme sofrível.

Ciao!

Ramon Scheidemantel said...

Quero muito gostar desse filme.
Adoro ficção!
Sua resenha me deixou mais aliviado, por não defini-lo como uma bomba! hehe!

Museu do Cinema said...

A Nicole Kidman tá linda na foto que escolheu!

Ahh, Kamila, pq não terá resenha de Falcão Maltês????

Johnny Strangelove said...

sei não ...
já é o terceiro remake da obra e ainda tem Nicole Kidman ... todos os ingredientes que me afastam do cinema tranquilo ...

mas tentarei dá um esforço

Vinícius P. said...

Também achei um filme interessante e que só se perde devido a alguns detalhes bobos da trama. Para mim o problema foi de direção, mas também não culpo o Hirschbiegel, afinal tivemos toda aquela confusão com a refilmagem de algumas cenas. Isso não justifica a má recepção, afinal é um bom filme de suspense - e a produção é mesmo ótima.

Abraço!

Kamila said...

Wally, a última cena de "Invasores" é péssima mesmo. Se for verdade que a única cena dirigida pelo James McTeigue foi a do acidente de carro, acho que a adição do trabalho dele foi necessária, já que esta cena é a melhor do filme.

Ramon, o filme, definitivamente, não é uma bomba. É uma trama tensa, mas que tem pouca coisa de ficção científica.

Cassiano, adorei essa foto, por isso a escolhi. Acho que não vai dar mesmo para fazer a resenha de "O Falcão Maltês" por pura falta de tempo para escrever um pouquinho sobre ele. :-(

João, mesmo sendo uma história "requentada", recomendo uma visita à "Invasores".

Vinícius, o filme nem me incomodou tanto, até aquele final horroroso e desnecessário. Acho que os produtores do filme foram completamente injustos com o Hirschbiegel.

Beijos.

Otavio Almeida said...

Kamila, esse filme é bom, então, é?

Kamila said...

Otavio, é um bom filme, sim.

Beijos.

Dewonny said...

Nossa, vou discordar, achei muito ruim esse filme e desnecessário ter sido realizado, as outras versões me foram melhores e mais interessantes, só valeu a pena msm pela Nicole e pelo Daneil...nota 3.0!!!

Kamila said...

Diego, não conheço as outras versões desse filme, mas adorei "Invasores". O filme foi tenso e com uma ótima atuação da Nicole.