Saturday, February 09, 2008

50th Annual Grammy Awards 2008 - Previsões

A greve do Writers Guild of America (WGA) teve efeitos até para a indústria da música, já que a edição 2008 dos prêmios Grammy ficou ameaçada de não acontecer quando o sindicato negou a autorização para que a produção do programa continuasse e quando artistas como Justin Timberlake e Alicia Keys (curiosamente membros do Screen Actors Guild, o maior aliado dos roteiristas) avisaram que não pretendiam comparecer à cerimônia em apoio aos grevistas.

No entanto, com a promessa de não haver protestos na porta do Staples Center, em Los Angeles, a NARAS (National Academy of Recording Arts and Sciences) deu o aval para que o show continuasse. E o 50th Annual Grammy Awards acontecerá neste domingo, dia 10 de Fevereiro, numa noite que promete com performances musicais de Alicia Keys, Beyoncé Knowles, Rihanna, Tina Turner, Foo Fighters, Carrie Underwood, Amy Winehouse – após de ter seu visto de entrada nos Estados Unidos negado e, depois, aceito, tudo indica que a garota-problema (que está indicada a seis Grammys) participará da premiação via satélite –, dentre outros.

Aproveitamos e deixamos a nossa lista de palpites para os vencedores da categoria do General Field do Grammy Awards 2008:

Record of The Year
Rihanna feat. Jay-Z, Umbrella (atenção para Beyoncé com Irrepleaceable)

Album of the Year
Kanye West, “Graduation” (atenção para Herbie Hancock com “River – The Joni Letters”)

Song of the Year
Corinne Bailey Rae, Like a Star (atenção para Amy Winehouse com Rehab)

Best New Artist
Amy Winehouse (a barbada da noite, já que não acredito que Taylor Swift possa tirar o prêmio das mãos da inglesa)

O Grammy Awards 2008 será transmitido ao vivo pelo canal Sony Entertainment Television, a partir das 23hs. deste domingo, dia 10 de Fevereiro. O tapete vermelho da premiação terá cobertura do E! Entertainment Television, começando às 20 horas.

12 comments:

Weiner said...

Eu já cheguei na "preocupante" marca de ouvir a música "Umbrella" de Rihanna e Jay-Z quatorze vezes seguidas, o que prova meu vício pelo hit. A respeito de Winehouse, é mesmo a grande barbada do Grammy, só espero que o pessoal entenda e não resolva puní-la pelo fato de estar numa clínica de reabilitação e optar por não comparecer à entrega de prêmios. A música "Rehab" é tão envolvente como "Umbrella", ainda que prefira a gravação de Rihanna e Jay-Z.

Vinícius P. said...

Estou muito ansioso pelo Grammy, mas nem sei se poderei ver amanhã - acho meio sem graça ver premiações depois que elas ocorrem, mas acho que será a única alternativa. E só quero ver essa apresentação da Winehouse via satélite, nunca vi nada parecido no Grammy - se bem que no Oscar o Bob Dylan já fez isso, se não me engano. Meus palpites estãi bem parecidos, mas como já deve saber acho que a Swift ganha como revelação - contudo, suas apostas são mais possíveis de vencerem do que as minhas. E ficarei chateado se Herbie Hancock vencer na categoria principal...

Abraço!

Kamila said...

Weiner, eu ADORO "Umbrella", tanto que tenho a versão da Mandy Moore e uma ao vivo da Rihanna (sem o rap do Jay-Z, que estraga a música, na minha opinião) no meu aparelho de MP3. :-)

E a Amy até queria comparecer ao Grammy. O problema foi que o visto chegou em cima da hora. A maior prova do prestígio dela junto da NARAS é que eles fizeram questão de que ela participasse da premiação, mesmo que via satélite.

Vinícius, eu também ficarei chateada se o Hancock vencer em Álbum do Ano, mas é uma possibilidade concretíssima. Também estou super curiosa para saber como vai funcionar essa participação da Amy Winehouse via satélite - a NARAS já avisou que ela ficará de plantão durante todo o Grammy, já que, se vencer (o que é possível de acontecer mais de uma vez), ela aparecerá para dar seu discurso também nesse formato.

Abraços.

Rodrigo Fernandes said...

não estou muito antenado com relação a musica e não ousaria colocar minhas apostas..rs... mas é engraçado comoa s coisas não mudam tanto de ano pra ano.. rihanna, kanye...
curto mesmo essa premiação, pelos shows... será que a Amy Winehouse participa mesmo... que pena o rumo que ela teve na carreira, com a voz poderosa que ela têm...

Kamila said...

Rodrigo, a Amy, com certeza, participará da cerimônia amanhã. A apresentação dela será transmitida via satélite, já que ela estará impossibilitada de comparecer ao show em LA.

Otavio Almeida said...

Achei que a crítica estava aqui... do SWEENEY TODD.

Não saco nada de Grammy :(

E o que achou de JUNO?

Bjs!

Kamila said...

Ainda não, Otavio. Acho que a crítica de "Sweeney Todd" sai na próxima semana. AMEI "Juno". Acabei de chegar do cinema e, assim como você, estou "in love" com o filme.

Também não saco nada de Grammy, mas dou meus palpites. :-)

Beijos.

Wally said...

To com o Otavio, não saco nada de Grammy, hahahahaha. Ansiosos pelas críticas de Sweeney e Juno.

Mas já que o assunto é Grammy, torço por Amy Winehouse. Adoro sua música, Rehab.

Ciao!

Romeika said...

Sou muito por fora do Grammy, Kamila, mas como o Wally (acima), tb gosto muito de "Rehab". Espero que ela ganhe!

Romeika said...

Sim, "Juno" estreou em Natal! Liguei ontem pra casa e meu irmão estava de saída pra ver o filme no moviecom:-) Aqui ainda vai demorar um pouquinho pra chegar.

Kamila said...

Wally, as críticas de "Juno" e "Sweeney Todd" estão prontas. Acho que elas saem por aqui após publicar o texto sobre "Meu Nome Não é Johnny". Também torço pela Amy e "Rehab".

Romeika, estamos todos na torcida profissional e pessoal por Amy Winehouse. Romeika, eu também assisti "Juno" ontem. Devo ter visto seu irmão por lá!

Alex Gonçalves said...

Desta vez fico com as palavras do Rodrigo e do Otavio, rs.