Saturday, February 16, 2008

"Tropa de Elite" Ganha Urso de Ouro em Berlim

Quem acompanhou a reação internacional após a sessão do filme "Tropa de Elite", do diretor José Padilha, com certeza ficou bastante surpreendido no dia de hoje, quando leu as notícias que faziam referência à conquista do Urso de Ouro de Melhor Filme no Festival de Berlim pela obra brasileira que, desde "Cidade de Deus", é a que causa mais barulho dentro - e fora do país.

A conquista de "Tropa de Elite" é importantíssima, se levarmos em conta a concorrência que ele enfrentava ("Sangue Negro", de Paul Thomas Anderson, e "Happy-Go-Lucky", de Mike Leigh). Eis as palavras de José Padilha ao receber o prêmio: "É difícil expressar sentimentos em qualquer língua. Costa-Gavras (o presidente do júri do festival) é um herói para todos na América Latina, por todos os filmes que fez".

Vale lembrar que, em 1998, "Central do Brasil", filme de Walter Salles, saiu com o Urso de Ouro de Melhor Filme em Berlim. Agora, é torcer para que "Tropa de Elite" continue com um bom desempenho internacional e possa reprisar o que aconteceu com "Cidade de Deus" e conseguir indicações nas categorias gerais do Oscar 2009.

A lista completa de vencedores do Festival de Cinema de Berlim:

- Melhor Filme: "Tropa de Elite", de José Padilha
- Prêmio Especial do Júri: "S.O.P. - Standard Operating Procedure", de Errol Morris
- Melhor Diretor: Paul Thomas Anderson ("Sangue Negro")
- Melhor Contribuição Artística: Jonny Greenwood (Radiohead), pela trilha sonora de "Sangue Negro"
- Melhor Roteiro: Wang Xiaoshuai ("In Love We Trust")
- Melhor Ator: Reza Najie ("The Song of Sparrows")
- Melhor Atriz: Sally Hawkings ("Happy Go Lucky")
- Melhor Filme de Estréia: "Asyl - Park and Love Hotel", de Kumasaka Izuru

21 comments:

Museu do Cinema said...

É Kamila, ganhar de Sangue Negro foi um pouco demais, de qualquer forma fica ai a crítica quanto a escolha de outro filme para nos representar no Oscar!

Johnny Strangelove said...

Estou imaginando a cara dos caras que deixaram de lado o filme na escolha do Oscar ...
Merecido ... não sei mas provou que o juri brasileiro mais uma vez errou ao tentar colocar o filme errado para o Oscar ... e se continuar nesse caminho deixando de lado filmes genuinamente brasileiros para colocar tematicas maniqueistas para ganhar premio ... tamu fudidu ...

Agora é comemorar ... já se deu o passo mais importante para o principal caminho ...

Kamila said...

Cassiano e João Paulo, eu vou insistir na tecla de que a escolha de "O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias" foi a mais adequada. Afinal, o filme chegou à fase final da corrida pela indicação ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro e, nesta semana, recebeu uma críica até simpática do NY Times.

Não se esqueçam de que "Tropa de Elite" foi bem mal recebido pela imprensa que assistiu ao filme em Berlim.

Mas, concordo com o João. O primeiro passo foi dado e o filme começa a sua trajetória internacional com o pé direito. A vitória em Berlim ajudará - e muito - a campanha do filme para o Oscar 2009.

Pedro Henrique said...

Que surpresa agradável neste fim de sábado. Parabéns ao Tropa.

Abraço!!!

Kamila said...

Pedro, foi uma surpresa agradabilíssima essa vitória de "Tropa de Elite" em Berlim.

Abraço.

Weiner said...

Estou estupefato!
Tropa de Elite como filme...
Daniel Day-Lewis sem o prêmio de melhor ator??????
Pelo menos o PTA ganhou o de direção. Berlim o adora.
Mas ficou evidente que não premiaram Sangue Negro porque ele recebeu mita visibilidade internacional, e a Berlinale é invocada em premiar só os esquecidinhos. Gosto muito de Tropa mas acho que ele não pode ser de modo algum melhor que Sangue Negro, de verdade.
Abraço!

Kamila said...

Weiner, realmente, o júri de Berlim surpreendeu. Acho que Berlim quer premiar alguém que ainda vai aparecer, concordo.

Wally said...

Realmente uma surpresa agadável. Só não digo que foi merecido pois ainda não vi o filme de PTA, mas pelo jeito ele não saiu de mãos vazias...

Ciao!

Johnny Strangelove said...

Mas não se esqueça ... tem filmes que tem uma recepção bizarra em determinadas premiações e depois se tornaram filmes cult ... leve em consideração isso ...
mas imagine ... um filme não-global levar o Oscar ... seria o momento de liberdade para o cinema nacional ...

Romeika said...

Vibrei com essa vitória! E é incrível como tem gente que ainda considera o filme fascista, mesmo após declarações contrárias do diretor, e além disso, Ônibus 174 é o avesso de "Tropa de Elite".

Vinícius P. said...

Pois é, fiquei muito surpreso também. Pela recepção da crítica, acreditava que nem prêmio secundário "Tropa" fosse vencer, quanto mais o Urso de Ouro... Sorte para o filme daqui para frente!

Abraço.

Otavio Almeida said...

Dá-lhe TROPA! Fiquei mudo quando soube disso. Que conquista!

Bjs!

Kamila said...

Wally, eu acho que a surpresa da vitória de "Tropa de Elite" em Berlim vem do fato de que o filme não foi bem recebido pela crítica internacional. Acho que a qualidade do filme é indiscutível.

João, não sei se uma vitória de "Tropa de Elite" no Oscar significaria a libertação do nosso cinema.

Romeika, é verdade. Pouca gente se esquece de que "Tropa de Elite" é meio que o outro lado da história. Se em "Ônibus 174" o diretor mostra o ponto de vista do ladrão, em "Tropa" ele mostra o lado da polícia.

Vinícius, sorte mesmo para "Tropa de Elite".

Otavio, eu também fiquei muda. Quase não acreditei quando li a notícia.

Beijos.

André Renato said...

Muito bem para Padilha, este é apenas o seu primeiro filme de ficção! Fico ansioso pra ver o que é que o diretor vai fazer em seguida... Será "Tropa de Elite 2"? (e 3, 4, etc?) rsrsrsrs Abraços!

Museu do Cinema said...

Não acho Kamila, o Oscar vem provando que não premia mais aquele filme com a cara da academia, sem falar que o sucesso de Tropa é infinitamente superior ao de O Ano, o fato é que deveriamos indicar o melhor filme!

Kamila said...

André, o Padilha tem uma carreira curta, mas com dois filmes extremamente relevantes. É um nome para a gente ficar de olho!

Cassiano, concordo que deveríamos indicar o melhor filme. Mas, "O Ano" não foi uma escolha equivocada. O filme é belo.

Otavio Almeida said...

Kamila, perguntinha: Se vc fosse membro da Academia, vc votaria no seu filme do coração ou naquele com uma avaliação totalmente crítica?

Bjs!

Kamila said...

Otavio, eu tentaria ser o mais imparcial possível e procuraria votar no filme que eu achasse ser realmente o melhor de todos - independente de tom crítico ou de ser um filme do coração.

Beijos.

Vulgo Dudu said...

Quem diria...
Bj.

Rogerio said...

Dá-lhe Tropa Ano que vem. Dessa vez eles aprendem;Espetáculo de notícia.

Kamila said...

Dudu, é verdade. Ninguém esperava isso. Beijos.

Rogerio, não sei se a Comissão do MinC que escolhe o filme que nos irá representar no Oscar aprendeu com a vitória de "Tropa de Elite" em Berlim...