Saturday, July 07, 2007

Ratatouille (2007)

Os ratos são animais que, para muitos, são sinônimo de sujeira. No entanto, eles possuem uma característica importante e que os difere de outros seres: a facilidade com que eles se adaptam aos mais diversos ambientes e situações. Os ratos também são aqueles pequenos animais que, geralmente, consomem os fragmentos dos alimentos que são descartados por nós. Já nas primeiras cenas de “Ratatouille”, filme de animação dirigido por Brad Bird, Remy (dublado por Patton Oswalt) nos adverte de que ele não é um rato comum. Ao contrário daqueles da sua espécie, Remy tem o olfato e o paladar aguçados. Na sua busca por alimento, ele é muito seletivo e, muitas vezes, faz experimentos e misturas com os restos que consegue colher.

Remy tem um ídolo: o famoso chef francês Auguste Gusteau (dublado por Brad Garrett, do seriado “Everybody Loves Raymond"), cujo maior lema é “qualquer um pode cozinhar”. Com este pensamento na cabeça, Remy alimenta o sonho de um dia viver em Paris, sendo cozinheiro de um grande restaurante. O único problema é, obviamente, o fato de ele ser um rato e quem, em sã consciência, contrataria um rato como chef? O sonho fica mais próximo de Remy quando ele se perde de sua família na última – e complicada – mudança deles, e vai parar em Paris – mais precisamente no Gusteau, restaurante do famoso chef. É lá que Remy, tendo como “disfarce” a figura do atrapalhado Linguini (dublado por Lou Romano), coloca em prática tudo aquilo que aprendeu e se transforma no chef mais comentado da França – para desgosto de Skinner (dublado por Ian Holm), o chef principal e responsável pela administração do Gusteau após a morte do famoso chef francês.

Passados sete meses desde o início de 2007, os cinéfilos finalmente encontram aquele que é o primeiro candidato a um dos grandes filmes do ano. “Ratatouille”, como todo bom filme de animação dos últimos anos, tem um roteiro cujo maior público-alvo – é claro – são as crianças, mas sem esquecer de atingir os adultos. E a história criada por Brad Bird com o auxílio de Jim Capobianco, Emily Cook, Kathy Greenberg e Jan Pinkava tem um apelo universal ao relatar que, não importa a sua aparência, não importa a sua origem, os sonhos são válidos e, principalmente, possíveis de acontecer.

Primeiro filme de animação da Pixar Animation Studios desde a aquisição da empresa pelos estúdios Walt Disney, “Ratatouille” honra a sua origem. Se o prato que dá nome ao filme é sofisticado e de sabor delicioso, o filme da Pixar merece a mesma atenção: deve ser digerido com calma, com o devido respeito e, principalmente, com o apreço do sabor de cada ingrediente. “Ratatouille” – com o perdão do trocadilho – é um filme tão gostoso e saboroso que um bis vai ser uma excelente – e obrigatória – pedida.

Cotação: 9,6

Crédito Foto: Yahoo! Movies

26 comments:

Romeika said...

A história realmente parece supercriativa, vide a sua descrição, e pela nota deve ser uma daquelas animações inesquecíveis. Vou ter que esperar um bocadinho ainda pra conferir o filme, que estreará aqui no início de outubro.

Vinícius P. said...

Sem dúvida um filme obrigatório, não só o melhor do ano como uma das mais belas animações de todos os tempos. É incrível a capacidade da Pixar quanto à técnica, mas ainda mais impressionante é a narrativa que prega valores um tanto esquecidos atualmente. Kamila, depois de sete meses, finalmente 2007 apresenta um grande filme. Nota 10.

Abraço!

Rodrigo Azevedo said...

Filme presente na maioria dos blogs que visito hoje!

Infelizmente ainda não tive oportunidade de assisti-lo. Só poderei fazer isso no inicio da semana. Mas os textos que tenho lido, tem me deixado cada vez mais ansioso. O filme parece ser delicioso mesmo!

Kamila said...

Romeika, que estranho a gente ter prioridade num lançamento. Porque a Dinamarca só receberá este filme em Outubro???

É isso aí, Vinícius. Finalmente, a gente tem um filme que presta depois de sete meses de filmes terríveis. Eu gosto do segundo semestre do ano por causa disso. Os lançamentos são bem melhores.

Rodrigo, assista ao filme sem medo. Você irá adorar.

Otavio Almeida said...

RATATOUILLE é o melhor filme do ano! E disparado! Pelo menos, em relação aos verdadeiros lançamentos de 2007.

Bjs!

Kamila said...

Assino embaixo, Otávio. :-)

Beijos.

Túlio Moreira said...

Ah, Kamila, que maldade! Tava louco pra ver um 10 seu! rs

Mas tá todo mundo falando horrores (positivos) de ra-ta-tui! quero muito conferir o filme na próxima quarta, de desde já também acho que vou ter que repetir a dose - parece mesmo uma deliciosa experiência cinematográfica.

beijo!

Kamila said...

Túlio, só dei uma nota 10 até hoje aqui no blog, e foi para "A Rainha". :-)

O filme é bom mesmo. O melhor do ano e, como um bom prato, é uma experiência cinematográfica deliciosa.

Beijo.

Romeika said...

Kamila, acho que é coisa de distribuidora mesmo. Além da Dinamarca, Noruega, Alemanha, Reino Unido, Finlândia, Itália e Suécia só terão acesso às aventuras do ratinho que queria ser cozinheiro muito mais tarde... rsrsrs..

http://www.imdb.com/title/tt0382932/releaseinfo

Kamila said...

Continuo achando isso estranho, Romeika. De qualquer maneira, quando o filme estrear aí, não deixe de assistir.

Felipe Nobrega said...

opa! Tenho uma resistência a ver filme sinfantis no cinema, prefiro em DVD em casa. O último que vi foi A Era do Gelo II e depois vi na tela pequena, que me pareceu melhor. Sei lá... coisas da minha cabeça, ou será do meu controle que pdoe dar pause?
rsrsrsr
abraços!

srta. bia said...

Adoro desenhos, adoro a pixar. Então, gostar de Ratatouille foi até fácil...rs.
Fora que é a Pixar inovando mais uma vez, com uma história inédita. Os personagens estão ótimos, só não digo que é o melhor do ano porque o ano ainda não acabou e há alguns momentos em que acho que o filme perde ritmo, mas nada que atrapalhe o prazer de assistí-lo. Principalmente na cena em que o crítico é atendido, linda de morrer.
E claro, o irmão de Remy que também é ótimo.

Kamila said...

Felipe, mas "Ratatouille" não é necessariamente um filme para crianças somente... O filme, como eu coloque no meu texto, tem um apelo universal. Deixe de preconceitos bestas... rsrsrsrsrsrs

Bia, obrigada pela visita e pelo comentário. Bom, "Ratatouille" é o melhor filme do ano e aquele que se destaca num primeiro semestre sofrível. A partir de agosto, a situação melhora e espero que, nós cinéfilos, possamos assistir aos bons filmes que tanto esperamos.

Otavio Almeida said...

Oi Kamila! Comentei no seu post de NOTAS SOBRE UM ESCÂNDALO.

Bjs!

Kamila said...

Post lido e respondido, Otávio.

Beijos.

Luciano Lima said...

É mesmo... haja dinheiro e tempo pra tanto filme no segundo semestre O_O

Ratatouille é realmente emocionante e ver pela segunda vez é indispensável! ^^

Kamila said...

Luciano, obrigada pela visita e pelo comentário. "Ratatouille" vai ser um daqueles filmes que a gente vai assistir um bocado de vezes sem achar cansativo.

Marcus Vinícius said...

Dona Kamila, te coloquei numa 'fria', hehe. Olha no CN e vai pensando em 5 livros...
Bjos

Kamila said...

Ai, Marcus, que fria???? rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsr

Beijos.

Túlio Moreira said...

Kamila, que filme! Junto com Procurando Nemo e Monstros S/A, Ratatouille é um das melhores animações que já tive o prazer de assistir.

Merece um bis, com certeza!

beijo e bom fim de semana!

Johnny Strangelove said...

Esse com certeza eu quero ver, pena que não foi o sucesso que todos esperavam (a concorrencia tá dura) porém, deve ser um delite visual ver mais um novo classico da pixar (tirando os vergonhosos nemo e carros)

Kamila said...

Túlio, eu acho que "Ratatouille" é o melhor filme de animação que eu já assisti. Me diverti à beça.

João, não deixe de assistir a este filme.

Wanderley Teixeira said...

O q mais me impressiona nos trabalhos da Pixar é a linearidade ou melhora na qualidade de suas obras.A cada ano eles entregam uma animação maravilhosa e criativa.Ratatouille é fantástico.Concordo que dos trabalhos de 2007 é o melhor.Mas ainda há aquelas sobras de 2006 que estréiam no começo do ano,tb tem coisas muito boas ali.

Jennifer said...

I can't wait to see it!

Kamila said...

Wanderley, me impressiona muito isto que você citou sobre a Pixar. Eu só acho que "Ratatouille" dá de mil a zero em "Carros" e "Os Incríveis", as duas últimas obras deles, que eu considero somente regulares.

Jennifer, when this movie opens in your town, make sure to see it. Thanks for the comment.

Wally said...

Um dos 5 melhores filmes do ano, Ratatouille é um prazer e uma delício. Um filme inesperado, original e sublime, completamente. O melhor da Pixar ao lado de Procurando Nemo.

Nota 9,5