Saturday, August 04, 2007

Trailer - "Atonement"

O segundo semestre do ano é sempre uma época muito aguardada pelos cinéfilos, pois, geralmente, é a partir dele que os filmes que irão brigar pela estatueta do Oscar começam a ser lançados. Neste sentido, um dos filmes mais aguardados - e comentados - é "Atonement", do diretor Joe Wright (de "Orgulho e Preconceito"). Adaptação do aclamado livro de Ian McEwan (que se chama "Reparação", e foi lançado pela Companhia das Letras no Brasil), "Atonement" conta uma história que se passa no Verão de 1933, quando uma garota de 13 anos (Saoirse Ronan, a jovem atriz que vai ter a grande responsabilidade de interpretar Susie Salmon na esperada adaptação de "The Lovely Bones", a ser dirigida por Peter Jackson) começa a observar o jogo de flertes que se desenvolve entre a sua irmã mais velha (Keira Knightley) e o filho de um dos empregados da casa (James McAvoy).

O trailer mais recente do filme - que será lançado mundialmente no Festival de Cinema de Veneza, que começa no dia 29 de agosto - confirma as excelentes expectativas que são colocadas em cima do filme. Uma trilha sonora marcante de Dario Marianelli, uma direção de arte e figurinos sofisticados, uma história que tem ecos de "Cold Mountain" (um amor que vai para a guerra e a mocinha prometendo esperá-lo). Ainda é cedo para se falar sobre as atuações do filme, mas, as primeiras reações daqueles que já assistiram "Atonement", dirigem os olhares para possíveis indicações de Keira Knightley, James McAvoy e alguns chegam até a indicar um favoritismo para Romola Garai ao Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante em 2008. É esperar para ver.



Atonement (England, 2007)
Diretor: Joe Wright
Elenco: Keira Knightley, James McAvoy, Romola Garai, Brenda Blethyn, Vanessa Redgrave, Saoirse Ronan, Juno Temple, Michelle Duncan.
Data de Lançamento: 07 de Setembro de 2007, na Inglaterra.

12 comments:

Keyser Soze said...

Ainda não assisti Orgulho e Preconceito, mas em Simplesmente Amor e Camisa de Força, a Keira não deu ares de ser uma grande atriz.
Para mim, ela terá que trabalhar muito para fugir do rótulo de meninina-que-não-leva-desaforo-pra -casa que a série Piratas do Caribe deu a ela.
Ótimo post, enquanto o filme não é lançado, o que resta é assistir Orgulho e Preconceito.

Kamila said...

Keyser, eu amo "Orgulho e Preconceito" e, apesar da indicação ao Oscar que a Keira recebeu pelo filme, acho que a performance dela em "Orgulho e Preoonceito" é mais caras e bocas do que emoção. Acho que ela só começou a encontrar o personagem do meio para o final do filme, quando ela começa a apresentar algo convincente.

Eu não sei se ela está bem em "Atonement", mas, como o Joe Wright foi o único diretor que conseguiu arrancar dela algo próximo de uma atuação, espero ver uma performance boa da Keira no filme.

E assista mesmo "Orgulho e Preconceito", um dos meus filmes favoritos do ano passado.

Otavio Almeida said...

Isso vai ser demais, Kamila!!!

Vinícius P. said...

Estou super ansioso por esse filme, é o mais aguardado por mim para o segundo semestre. Pelos trailers, fica claro que "Atonement" tem chances de ser o melhor filme do ano. Espero que ao menos a Keira seja indicada ao Oscar, gosto muito dela.

Abraço!

Romeika said...

Mal posso esperar por esse filme! Vi o trailer alguns dias atrás, e me apaixonei... Essa garotinha que vai fazer a Susie em "The Lovely Bones" parece uma versão em miniatura da Ludivine Sagnier, tão bonitinha...

Ah, e ainda tem o James McAvoy, que eu tb gosto muito. Estou ansiosa! ^^

Kamila said...

Vai ser demais mesmo, né, Otávio?? Eu assisto ao trailer desse filme e eu fico doidinha logo para que chegue essa temporada de final de ano. :-)

Vinícius, "Atonement" também é o filme mais esperado por mim para o final do ano. Tudo nele me faz achar que tem todo o potencial para ser mesmo o grande favorito ao Oscar. Eu gosto da Keira e veremos se ela será indicada ao Oscar. Ao que tudo indica, temos duas certezas na categoria (a Marion Cotillard e a Julie Christie). Ficam sobrando três vagas e a Keira pode muito bem conseguir uma delas.

Romeika, todo mundo está super ansioso por esse filme. O trailer é deslumbrante mesmo. E a menininha que vai interpretar a Susie Salmon lembra mesmo uma Ludivigne Sagnier mais nova.

Alex Gonçalves said...

Me decepcionei tanto com "Orgulho e Preconceito" que nem aguardo tanto por "Atonement", apesar de todo o potencial. Assim como o filme anterior de Joe Wright, ficarei mesmo atento é na presença de Brenda Blethyn, uma das minhas atrizes prediletas.

Kamila said...

Eu amo "Orgulho e Preconceito", Alex. Por isso aguardo com tanta ansiedade por este filme.

Vinícius P. said...

Kamila, é mesmo, acho que a Cotillard e a Christie já têm vaga garantida, restam então três. Minhas candidatas seriam a Keira Knightley, a Julianne Moore e a Cate Blanchett, mas nunca se sabe, sempre aparece uma 'zebra' lá pro final do ano...

Kamila said...

Vinícius, nunca devemos descartar as surpresas, porque realmente é muito estranho que, no meio do ano, a gente já tenha duas "certezas" na lista de indicações ao Oscar. Mas, no final, eu acredito que Christie e Cotillard vão monopolizar a disputa pelo Oscar, com Cate Blanchett bem atrás delas.

Anonymous said...

Encontrei o seu blogue enquanto estava a pesquisar algo sobre o filme " Atonement" e não seiporquê deu -me uma vontade enorme de dar a minha opinião, não sobre o filme mas talvez sobre keira Knightley que eu admiro! Vi orgulho e perconceito e Piratas nas caraíbas ...e fiquei rendida, acho que tem muito para dar enquanto actriz. Ficamos à espera então da estreia de Atonement.As expectativas estão altas!!!

Anonymous said...

Olá Kamila. Discordo co comentário sobre a atuação de Keira em Orgulho e Preconceito. A atriz injeta um frescor em suas atuações que não estamos acostumados a ver - hoje, atuação virou regras e regras, e tudo que foge a essas regras acaba sendo considerado ruim. Principalmente em se falando em "starlets". Keira é uma atriz intuitiva e de atuação muito sutil, esperar dela algo previsível como se esperaria de uma Scarlet Johanson é no mínimo ingênuo. Ainda não vi Atonement, mas visitando diversos sites internacionais fiquei com a impressão de que sua atuação em Atonement é ainda mais sutil que outras, e que ela está ganhando diversos críticos, apesar de ainda sofrer muito preconceito por parte dos americanos, frustrados por não poderem oferecer alguém à altura (já que Lindsay Lohan, a grande esperança da nova geração, se mostrou um fiasco em todos os aspectos). Esperemos a estréia do filme no Brasil para discutor melhor certo!