Saturday, September 29, 2007

As Férias do Mr. Bean (Mr. Bean's Holiday, 2007)

O Mr. Bean é um popular personagem, criado pelo humorista Rowan Atkinson e pelo diretor, produtor e roteirista Richard Curtis (de filmes como “Simplesmente Amor”, “O Diário de Bridget Jones”, entre muitos outros). Ele apareceu pela primeira vez em uma série de TV que durou cinco anos (1990-1995) e fez a transição para o cinema, em 1997, com “Mr. Bean – O Filme”, do diretor Mel Smith. “As Férias de Mr. Bean”, filme dirigido por Steve Bendelack, de acordo com Rowan Atkinson, marca a última vez em que ele vestirá a pele do personagem.

O filme tem uma trama básica, que coloca Mr. Bean como o vencedor de uma rifa, cujo prêmio, além de uma viagem para Cannes (em pleno festival de cinema da cidade), são 200 euros e uma filmadora novinha em folha. A partir desse eixo principal, o diretor Steve Bendelack, deixa Rowan Atkinson à vontade para improvisar, em meio às encrencas em que o Mr. Bean irá se meter – comer ostras; perder seu passaporte e todo o dinheiro que possuía; tentar arrumar carona; e, principalmente, entregar – são e salvo – o filho (Max Baldry) de um dos jurados (Karel Roden) do festival de cinema de Cannes, que acabou se perdendo do pai em uma conexão de trem.

Quem está familiarizado um pouco com o personagem de Rowan Atkinson, sabe que Mr. Bean não é um homem de muitas palavras. Ele resmunga algumas coisas. Se ele se comunica com alguém, é através de caras e bocas e gestos exagerados. Um tipo de comédia física diferente, mas que é feito com bastante competência por Atkinson.

Em um filme como “As Férias de Mr. Bean”, em que as improvisações formam grande parte do roteiro do filme, existem espaços para erros. E eles ocorrem com bastante freqüência no filme, tendo em vista que algumas gags não funcionam – como as intermináveis cenas em que Mr. Bean tenta conseguir carona e acaba ficando preso em um cubículo de madeira. No entanto, assim como “Os Simpsons – O Filme”, “As Férias de Mr. Bean” soa como um episódio mais longo do seriado. Quem gosta do personagem, vai adorar o filme. Quem torce o nariz para esse tipo de humor besteirol, vai achar a película completamente irritante.

Cotação: 3,0

As Férias de Mr. Bean (Mr. Bean's Holiday, Inglaterra, França, Alemanha, 2007)
Diretor(es): Steve Bendelack
Roteirista(s): Simon McBurney, Hamish McColl, Rowan Atkinson, Robin Driscoll
Elenco: Rowan Atkinson, Steve Pemberton, Lily Atkinson, Preston Nyman, Sharlit Deyzac, Francois Touch, Emma de Caunes, Arsène Mosca, Stéphane Debac, Willem Dafoe, Philippe Spall, Jean Rochefort, Karel Roden, Max Baldry, Pascal Jounier

17 comments:

Romeika said...

Eu até achava graça no Mr. Dean quando o Fantástico (?) exibia uns episódios da série. Mas passaria longe de um filme dele no cinema (pelo visto aqui faz sucesso, pq ficou um tempo enorme em cartaz). Talvez assistiria ao dvd num fds frio e chuvoso, sem coragem de sair de casa e com a garganta inflamada... *lol* Como hoje.

Mas falando em filmes bons, hj vi "Breach" e gostei muito. Trama interessante, abordagem diferente e elenco em excelente forma (sempre gostei da Linney e do Chris Cooper).

Vinícius P. said...

Esse filme é muuuuuitoooooo sem graça!!! Ainda que seja um pouco divertido, acho que o Mr. Bean já era - e olha que gostava bastante da série. Acho que dá para aturar esse filme na medida do possível, ou seja, é ruim, mas dá para assistir.

Abraço!

Wally - Cine Vita said...

Discordo bastante. Eu me diverti muito vendo esse filme, talvez seja porque vejo pouco do Mr. Bean e ainda nao me cansei dele, foi um filme com ótimos momentos escondendo até certa genialidade, principalmente na sua crítica admirável à Hollywood. Ótima produção e realmente possui certos erros, como alguns gags que não funcionam, como você disse, mas gostei do resultado como um todo.

Nota 7,0

Johnny Strangelove said...

Percebi algo curioso ...
você não gosta dele ...
e outra coisa interessante também é que vc está questionando frequentemente em algumas resenhas de seu blog sobre filmes que tiveram boa repercusão de critica por serem muito bons e quando viu ... bem ... você sabe ...

abraços

Kamila said...

Romeika, eu não sou doida de assistir a este filme no cinema. Não achava muita graça na série do Mr. Bean. No entanto, assisti aos dois filmes baseados no personagem e gostei mais do primeiro. Se bem que este "As Férias" tem uma ótima cena - a do final, com todo mundo cantando "La Mer" na praia de Cannes.

"Breach" é um filmaço. Um dos melhores que eu vi neste ano. Não entendo a falta de buzz que esse filme teve.

Vinícius, você disse tudo. Dá para a gente aturar este filme, mas o personagem já deu mesmo o que tinha que dar.

Wally, foi aquilo que eu disse. Quem gosta do personagem e da série dele, vai adorar o filme.

João, você está certo: eu não gosto muito do Mr. Bean e não entendi a segunda parte do seu comentário. Se puder, explica melhor depois.

Luciano Lima said...

Kamila, discordo de alguns pontos da sua crítica, mas na maioria sou de uma opinião bem parecida. Não acho que As Férias seja um episódio grande por um simples motivo: aquele não é o Mr. Bean que a gente conhece do seriado. O filme precisou desvirtuar demais o personagem para poder dar seguimento ao péssimo roteiro que ele tem. Sem contar que as linhas do tempo já dificutam as expressões do Atkinson em boa parte do filme.

Romeika said...

Concordo, Kamila, "Breach" merecia muito mais divulgação.

Kamila said...

Luciano, aceito a sua discordância, mas continuo achando esse filme um episódio maior do seriado, porque a estrutura é a mesma: uma situação base e muitas improvisações.

Museu do Cinema said...

Não acho graça nesse Bean, e logo da Inglaterra onde a comédia é tão inteligente!

Kamila said...

Cassiano, também não sou a maior fã do Mr. Bean. Não gosto muito do tipo de humor que o Atkinson faz.

Wally - Cine Vita said...

Que pena que não gostou de Zodíaco, Kamila, eu discordo, acredito que os personagens, suas tramas e suas narrativas foram ligadas com extrema relevância e coerência.

E acredito que essa mentalidade de Homem-Aranha "emo" foi algo puramente brasileiro. Aposto que nenhuma outra nacionalidade sentiu isso em relação aquilo. Como eu disse na minha crítica e no meu comentário, achei satisfatório o filme ter levado Peter à um lado cômico na sua transição ao lado negro e não algo malvado, o que afastaria a audiência e não seria ideal. Enfim, entretenimento ótimo, que apesar de defeitos grotescos, possui muita, muita coisa boa.

Ramon Scheidemantel said...

Kamila, a frase onde comentas que o filme não é nada mais que um episódio longo, me tira a vontade de assisti-lo. Da mesma forma como acabei arranjando desculpas para não ver Os Simpsons no cinema, o qual optei por assistir quando chegar às locadoras.
Vamos ver... quem saiba ainda assista esse imenso episódio quando passar na TV.

Marcus Vinícius said...

Último filme que vi com o Rowan foi aquele "Todo mundo louco". Não sou fã dele, aliás faz tempo que perdeu a graça, pelo menos pra mim.
Beijão e ótima segunda! =]

Kamila said...

Wally, é uma pena mesmo que eu não tenha gostado de "Zodíaco", pois eu estava esperando muito do filme. Eu acho "Homem-Aranha 3" um bom filme, mas, se comparado aos outros, o filme é um retrocesso tremendo.

Ramon, você fará então o mesmo que eu fiz. Deixei para assistir este novo filme do Mr. Bean em casa.

Marcus, a única vez que eu vi o Rowan fora da pele do Mr. Bean foi em "Simplesmente Amor".

Beijos e boa semana!

Otavio Almeida said...

Eu odeio o Mr. Bean! Bjs!

Kamila said...

Otavio, eu não odeio o Mr. Bean. Mas, não gosto muito dele.

Beijos.

Dewonny said...

Eu adoro o Mr. Bean, acho engraçado o seriado, mas esse filme aí me foi razoável, deu pra curtir, mas foram poucas as piadas e situações cômicas..nota 5.5! Abs!