Monday, September 10, 2007

Emmy 2007 - Creative Arts e Lead Actor in a Comedy Series

No sábado, dia 08 de Setembro, aconteceu a entrega dos prêmios Creative Arts Emmy Awards, com as categorias que não se encontram no telecast principal da premiação. Na noite, algumas marcas importantes foram quebradas e favoritos declarados perderam, como:

- o reality show “American Idol” com a vitória conseguida na categoria de Technical Direction Special (pelo episódio “Idol Gives Back”) não pode mais se tornar o show mais perdedor da história do Emmy Awards.

- a comediante Kathy Griffin quebrou o favoritismo de “Extreme Makeover – Home Edition” e, com seu reality show “Kathy Griffin – My Life on the D List”, conquistou o Emmy de Best Reality Program.

- as maiores surpresas vieram nas categorias de Guest Actor and Actress in a Comedy and Drama Series. Três dos vencedores não eram os esperados. Ganharam: John Goodman, “Studio 60 on the Sunset Strip (Drama Series); Leslie Caron, “Law & Order: Special Victims Unit” (Drama Series); Stanley Tucci, “Monk” (Comedy Series) e Elaine Stricht, “30 Rock” (Comedy Series).

O maior vencedor da noite foi a rede HBO, com 15 prêmios; seguida pela CBS, que conquistou 12 estatuetas.

Dando continuidade ao nosso especial sobre o Primetime Emmy Awards 2007, vamos falar nesta semana que antecede o Emmy sobre as categorias principais de atuação (Ator e Atriz em séries de Comédia e Drama) e sobre as categorias de série de Comédia e Drama.

Outstanding Lead Actor In A Comedy Series

Extras • HBO • BBC and HBO Entertainment
Ricky Gervais as Andy Millman
Histórico no Emmy:
6 indicações e uma vitória como produtor do seriado “The Office” (2006)
Episódio: “Sir Ian McKellen”
Ricky Gervais é uma das mentes mais brilhantes da comédia inglesa atual. Depois de criar o seriado “The Office”, ele aparece com “Extras”, uma série que já contou com a participação de astros como Kate Winslet e Daniel Radcliffe. Em “Ian McKellen”, o convidado da vez é o aclamado ator inglês indicado ao Oscar pela sua performance em "Deuses e Monstros". Todo o episódio gira em torno do desconforto de Andy em atuar em uma peça com o Ian McKellen, em que eles irão interpretar uma história de amor entre dois homens. Como sempre acontece em todos os episódios da série “Extras”, o papel de Ricky Gervais é servir de plataforma para que suas estrelas convidadas brilhem. E Ian McKellen está sensacional neste episódio, pelo qual foi indicado na categoria de Guest Actor in a Comedy Series. Gervais tem mais chances na briga pelo Emmy na categoria de Writing in a Comedy Series.

Monk • USA • NBC Universal Television Studio in association with Mandeville Films and Touchstone
Tony Shalhoub as Adrian Monk
Histórico no Emmy:
5 indicações e três vitórias (2003, 2005, 2006) – todas pela sua performance neste seriado
Episódio: “Mr. Monk Gets a New Shrink”
Atual vencedor desta categoria, Tony Shalhoub está de volta pela sua interpretação de Adrian Monk, o detetive que tem transtorno obsessivo compulsivo. Em “Mr. Monk Gets a New Shrink”, o terapeuta de Monk (Stanley Kamel) decide se aposentar quando uma de suas funcionárias (Sara Sanderson) é assassinada. Como Monk não gosta de mudanças e não quer aceitar a idéia de ter que arranjar um novo médico, a melhor saída para ele é investigar o crime, na esperança de que seu terapeuta desista da aposentadoria. O melhor momento de Shalhoub acontece na primeira parte deste episódio – que, no geral, é muito chato.

The Office • NBC • Deedle-Dee Productions, Reveille, LLC, in association with NBC Universal Television Studio
Steve Carell as Michael Scott
Histórico no Emmy:
2 indicações e nenhuma vitória
Episódio: “Business School”
É difícil de acreditar, mas Steve Carell ainda não ganhou um Emmy pela sua interpretação em “The Office”. Na sua segunda tentativa, ele submete “Business School”, um episódio que é centrado em uma palestra que Michael Scott dará na escola de administração aonde um de seus funcionários estuda. Nesse episódio, a gente verá algumas das facetas mais peculiares de Michael: o seu egocentrismo e a sua maneira única de “inspirar” seus funcionários. O episódio se perde numa trama boba paralela que coloca os funcionários de Michael lutando contra um morcego que apareceu no prédio. Mas, “Business School” vale a pena por todos os momentos em que Carell está na tela. Ele está sensacional.

30 Rock • NBC • Broadway Video, Little Stranger, in association with NBC Universal Television Studio
Alec Baldwin as Jack Donaghy
Histórico no Emmy:
6 indicações e nenhuma vitória
Episódio: “Hiatus”
Atual vencedor do Globo de Ouro e do SAG de Lead Actor in a Comedy Series, Alec Baldwin é indicado ao Emmy pela sua performance em “30 Rock”. O episódio que ele escolheu foi a season finale da primeira temporada do programa e o clima está totalmente tenso para Jack Donaghy. Com o astro do programa desaparecido e nas vésperas de seu casamento com Phoebe (Emily Mortimer), ele tem que lidar com as pressões que vêm de todos os lados. O episódio tem ótimos momentos, mas nenhum deles vem por obra de Alec Baldwin. Acho que, com um episódio desses, as chances dele vencer nesta categoria são mínimas.

Two And A Half Men • CBS • Chuck Lorre Productions, Inc., The Tannenbaum Company in association with Warner Bros. Television
Charlie Sheen as Charlie Harper
Histórico no Emmy:
2 indicações e nenhuma vitória
Episódio: “Who’s Vod Kanockers”
Depois de um longo período de recuperação do vício em drogas, Charlie Sheen reencontrou o sucesso na televisão – primeiro com “Spin City” e, depois, com “Two and a Half Men”. Neste episódio, Alan (Jon Cryer) confronta Charlie sobre a maneira com que ele tem levado a vida desde que acabou o noivado com Mia (Emanuelle Vaugier). Isto faz com que Charlie finalmente conte a verdade para o irmão sobre o por quê de ele não ter se casado com Mia – fato que faz Alan se sentir extremamente culpado. Charlie Sheen está ótimo neste episódio, numa atuação sem exageros e que o coloca na posição de zebra da categoria de Lead Actor in a Comedy Series.

Rankings:
1. Steve Carell, “The Office”
2. Tony Shalhoub, “Monk”
3. Charlie Sheen, “Two and a Half Men”
4. Alec Baldwin, “30 Rock”
5. Ricky Gervais, “Extras”

Quem vai ganhar? Finalmente, Steve Carell, “The Office”
Fique de olho em: Tony Shalhoub, “Monk” e Alec Baldwin, “30 Rock” – que, mesmo com uma péssima escolha de episódio chega com pinta de favorito ao Emmy 2007.

10 comments:

Marcus Vinícius said...

Vai dar Steve Carell com certeza, só pelo auê. Eu não conferi esse The Office ainda (passa na FX né?), vou ter que baixar uns episódios. Mas e aí, foi tudo bem no feriadão?

Beijos!

felipeixe said...

Êêêê Kamila!

Agora tenho brog tb!
Não vou pedir pra você passar por lá pq ainda tô na fase de mudanças, ajustes, etc. Mas depois...

Bjs!

felipeixe said...

so faltou o endereço:

http://kemderaserumpeixe.blogspot.com/

Kamila said...

Marcus, espero que dê Steve Carell, mas o Alec Baldwin está aí na cola dele. O feriado foi bom. Deu para descansar bastante e assistir a alguns filmes. Beijos.

Aê, Felipe. Mesmo sendo a versão experimental do blog, vou dar uma passada lá. Beijos.

Vinícius P. said...

Essa categoria é das mais sem graça, mas valeu pela análise - os únicos episódios que vi foram o do Steve Carell e do Alec Baldwin. Carell está SENSACIONAL nesse episódio, inclusive chegou a me irritar em certos momentos (o que é algo muito bom). Esse episódio do Baldwin realmente não foi a melhor escolha, preferia muito mais o "Jack-Tor", mas ainda assim tem boas chances. Meu preferido é o Carell. Meus palpites:

1. Steve Carell
2. Alec Baldwin
3. Tony Shalhoub
4. Charlie Sheen
5. Ricky Gervais

E as categorias de guest actor and actress foram surpreendentes mesmo, daí só esperava o Stanley Tucci.

Abraço!

Kamila said...

Vinícius, concordo plenamente. Essa categoria é uma das mais sem-graça do Emmy desse ano. Só não é pior que Lead Actor in a Drama Series, onde cada episódio submetido é pior do que o outro (mas, esse é um assunto para outro post).

Carell está sensacional mesmo. O Baldwin cometeu um erro no episódio escolhido - acho que ele está bem melhor no episódio que a Tina Fey inscreveu, por exemplo. Mas, por ter ganho o Globo de Ouro e o SAG, ele é um indicado que impõe certo respeito.

E, realmente, os vencedores de Guest Actor e Actress foram surpreendentes. Também esperava somente a vitória do Tucci.

Beijos.

Ramon Scheidemantel said...

Kamila, pude conferir um pedaço do The Office neste final de semana, e achei a linguagem meio alternativa para um seriado. Talvez nos EUA ele faça sucesso, mas penso que aqui demorará um pouco. O que você acha?

Gosto do Charlie Sheen em Two and a Half Man, apesar de não conhecer todos seriados, meu voto vai para ele.

Kamila said...

Ramon, a linguagem de "The Office" é bem alternativa mesmo, mas a maioria dos seriados novos de comédia seguem essa linguagem diferente, fora dos padrões das sitcoms tradicionais.

Eu não sei como está o desempenho da série no Brasil, até porque ela passa no FX, que é um canal que nem todo mundo tem. Mas, o seriado tem grandes fãs aonde passa.

Quanto ao Charlie Sheen, ele foi uma agradável surpresa para mim. Adorei o episódio dele e a performance dele.

Otavio Almeida said...

Espero uma vitória de Steve Carell.

Bjs!

Kamila said...

Também espero uma vitória de Steve Carell, Otavio.

Beijos.