Thursday, September 06, 2007

Emmy 2007 - Supporting Actress in a Drama Series

Outstanding Supporting Actress In A Drama Series

Brothers & Sisters • ABC • ABC Studios
Rachel Griffiths as Sarah Whedon
Histórico no Emmy:
3 indicações e nenhuma vitória.
Episódio: “Bad News”
Rachel Griffiths volta ao Emmy Awards depois de uma última temporada fantástica na série de TV “Six Feet Under” (não só ela, como todo o elenco do seriado de Alan Ball, merecia uma indicação pela temporada final da série). Sarah Whedon, personagem de Griffiths em “Brothers & Sisters”, passa por uma crise em seu casamento e, quando ela descobre da pior maneira possível que seu marido (John Pyper-Ferguson) beijou a sua irmã Rebecca (Emily VanCamp), o mundo dela desmorona. O melhor momento de Griffiths no episódio é a cena em que Sarah confronta o marido na cozinha e os dois têm uma discussão feia, falando coisas horríveis um para o outro. Cena esta que pode levar Rachel ao Emmy de Supporting Actress in a Drama Series.

Grey’s Anatomy • ABC • ABC Studios
Katherine Heigl as Isobel “Izzie” Stevens
Histórico no Emmy:
Primeira indicação
Episódio: “Time After Time”
2007 foi, definitivamente, o ano de Katherine Heigl. Com um sucesso no cinema (a comédia “Ligeiramente Grávidos”) e mais uma temporada de boas performances em “Grey’s Anatomy”, ela vê seu esforço sendo recompensado não só com a indicação ao Globo de Ouro, como também com a citação dela entre as indicadas do Emmy de Supporting Actress in a Drama Series”. “Time After Time” é um dos melhores momentos de Heigl na terceira temporada do show. Neste episódio, quando Izzie não pode contar com seu melhor amigo George (T.R. Knight), ela recebe uma visita e um pedido inesperados. Sua filha – a qual ela deu para adoção – está internada com leucemia no Seattle Grace e precisa de um transplante de medula urgente. O episódio é bem emocionante, tem ótimos momentos, mas, infelizmente, não dá para a Heigl brigar pelo Emmy.

Grey’s Anatomy • ABC • ABC Studios
Chandra Wilson as Dr. Bailey
Histórico no Emmy:
2 indicações e nenhuma vitória
Episódio: “Oh, the Guilt”
Atual vencedora do SAG de Best Actress in a Drama Series (quando bateu concorrentes de peso como Kyra Sedgwick), Chandra Wilson recebe a sua segunda indicação consecutiva ao Emmy pela sua performance como Miranda Bailey, no seriado “Grey’s Anatomy”. “Oh, the Guilt” tem um tema principal: a culpa. No caso de Miranda Bailey, a culpa vem do fato de que os outros médicos acham que, desde que ela teve o seu filho, ela relaxou no trabalho, permitindo que os acontecimentos trágicos que marcaram o fim da segunda temporada acontecessem. Para ilustrar isto, o caso de Bailey é o de uma mãe (Justina Machado, em uma participação especial) que culpa o filho recém-nascido pelo seu câncer de mama. Através dessa paciente, Bailey enxerga várias coisas: a mais importante é que é difícil – mas recompensador – conciliar maternidade com profissão. O melhor momento de Chandra no episódio é quando ela tenta convencer a sua paciente a fazer a mastectomia.

Grey’s Anatomy • ABC • ABC Studios
Sandra Oh as Cristina Yang
Histórico no Emmy:
3 indicações ao Emmy e nenhuma vitória
Episódio: “From a Whisper To a Scream”
Descoberta pela indústria no seu papel no queridinho da crítica “Sideways – Entre Umas e Outras”, Oh decidiu aproveitar o sucesso do filme ao embarcar no seriado “Grey’s Anatomy”. Em “From a Whisper To a Scream”, a Dra. Cristina Yang sofre com as conseqüências da decisão de ser cúmplice de Dr. Burke (Isiah Washington) no momento em que os dois decidiram que seria melhor esconder os tremores que ele estava sentindo em sua mão. A grande contradição que entra na mente de Cristina, uma pessoa extremamente competitiva, mas que tem sede de aprendizado; é que ela começa a questionar o fato de que o “trabalho em equipe” dela com Burke coloca em risco, não só a vida dos pacientes, como a carreira dos dois. Neste episódio, temos uma grande atuação de Sandra Oh, que faz a narração do episódio e conta com cenas sensacionais, que a deixam bem próxima do Emmy de Supporting Actress in a Drama Series.

The Sopranos • HBO • Chase Films and Brad Grey Television in association with HBO Entertainment
Aida Turturro as Janice Soprano
Histórico no Emmy:
2 indicações e nenhuma vitória – todas pela sua performance neste seriado.
Episódio: “Soprano Home Movies”
Aida Turturro vem de uma família de atores. Prima de John Turturro, alcançou a fama com a interpretação de Janice Soprano. Neste episódio, Janice e Bobby convidam Tony e Carmela para passar um final de semana com eles na casa do lago e comemorar o 47º aniversário de Tony. Uma noite de bebedeira e de jogos termina mal. Aida Turturro foi esperta em escolher “Soprano Home Movies”, um episódio que é maravilhoso. Ela tem ótimo tempo em tela e boas cenas – sendo apoiada por ótimas interpretações de James Gandolfini, Edie Falco e Steve Schirripa. Mesmo assim, infelizmente, não dá para competir com Rachel Griffiths, sua companheira de “Sopranos”, Lorraine Bracco, e as meninas de “Grey’s Anatomy”.

The Sopranos • HBO • Chase Films and Brad Grey Television in association with HBO Entertainment
Lorraine Bracco as Dr. Jennifer Melfi
Histórico no Emmy:
4 indicações e nenhuma vitória – todas pela sua performance neste seriado.
Episódio: “The Blue Comet”
Foi preciso uma mudança de categoria para que Lorraine Bracco voltasse ao Emmy Awards pela sua performance como a Dra. Jennifer Melfi, a psicóloga de Tony Soprano. Teoricamente, “The Blue Comet”, talvez, não fosse a melhor escolha para ela, tendo em vista que Bracco tem pouquíssimo tempo em cena. No entanto, ao assistir o episódio, vemos que as duas cenas em que ela aparece são simplesmente sensacionais. Na primeira cena, ela está em um jantar com amigos terapeutas e presencia uma discussão sobre como os sociopatas se aproveitam da terapia. Na segunda (e seu melhor momento no episódio), a personagem de Bracco dispensa Tony Soprano (James Gandolfini) da condição de seu paciente. Ela não quer mais ser terapeuta dele, pois acredita que não poderá ajudá-lo. Bracco está fantástica e pode aparecer como uma zebra na categoria de Supporting Actress in a Drama Series.

Rankings:
1. Rachel Griffiths, “Brothers & Sisters”
2. Sandra Oh, “Grey’s Anatomy”
3. Chandra Wilson, “Grey’s Anatomy”
4. Lorraine Bracco, “The Sopranos”
5. Katherine Heigl, “Grey’s Anatomy”
6. Aida Turturro, “The Sopranos”

Quem vai ganhar? Sandra Oh, "Grey's Anatomy" - o Emmy viria coroar o trabalho excelente desta atriz, que é uma das mais constantes em "Grey's Anatomy"
Fique de olho em: Rachel Griffiths, "Brothers & Sisters" e Lorraine Bracco, “The Sopranos”, as quais estão doidinhas para estragar a festa de Oh.

10 comments:

Kamila said...

Como a gente vai ter o Creative Arts Emmy Awards 2007 neste final de semana, vou deixar aqui as minhas previsões de vencedores nas categorias de Guest Actor e Actress in a Drama and Comedy Series.

Guest Actor in a Drama Series
Forest Whitaker, "ER"

Guest Actress in a Drama Series
Kate Burton, "Grey's Anatomy"

Guest Actor in a Comedy Series
Stanley Tucci, "Monk"

Guest Actress in a Comedy Series
Laurie Metcalf, "Desperate Housewives" - mesmo ela cometendo o terrível erro de não submeter "Bang".

Bom feriado para todo mundo!

Museu do Cinema said...

Lorraine Bracco, vixe, tô muito Familia Sopranos, mas acho Kamila, que a série deveria ser considerada fora de competição, não tem como concorrer, a diferença é estupida!

Kamila said...

Cassiano, como eu disse no meu post anterior, não acompanho regularmente "The Sopranos", mas, ao assistir a alguns episódios desta última temporada do seriado para fazer minha análise, fiquei extremamente arrependida por não ter acompanhado a série desde a sua primeira temporada.

Amei tudo o que vi lá. Roteiro, elenco, direção. Outro nível mesmo. Me deu saudades de "Six Feet Under", a última série que eu tinha assistido em que todos os elementos eram perfeitos.

A Lorraine está com pinta de favorita ao Emmy deste ano, até porque, como eu disse no meu texto, ela volta depois de anos ausentes do Emmy. Eu acho que ela e a Oh vão brigar de igual para igual para ver quem será a vencedora.

Marcus Vinícius said...

Pelo pouco que vi do Gray's Anatomy, vou torcer pela Sandra Oh. E pra 'Supporting Actor In A Drama Series' vou torcer pelo Masi Oka.

Beijo e bom feriadão!

Museu do Cinema said...

Pois é Kamila, eu como disse no seu primeiro post sobre o Emmy, não acompanho muitas séries, mas por pura falta de tempo, pq acho que hoje em Hollywood é onde tá a criatividade, tanto que o cinema já enxergou isso e anda importando as ideias pra tela grande.

Gosto demais da Lorraine, desde Os Bons Companheiros, que ela tá sensacional...em Sopranos ela não é das melhores do elenco, mas tá maravilhosa no papel que é, no meu ponto de vista, o mais importante da série, principalmente na primeira temporada, onde ela mata a charada!

Agora, eu confesso que tenho alguns pré-conceitos contra algumas séries como Lost, Heroes, Ugly Betty, My Name is Earl, Two and a Half Man e outras, dessas dai só não vi Heroes, mas das outras achei tudo uma porcaria.

Lost que tinha tudo para ser uma nova Twin Peaks descanbou pro caça-niquel ordinário e amalucado, Ugly Betty acompanhei a versão da RedeTV e achei uma novelona mexicana de quarta categoria...

Mas volto a parabeniza-la pelo conteúdo que vc tá despejando para nós com esses post sobre os indicados ao Oscar da TV, acho até q vc deveria ir além e comentar mais sobre as séries, principalmente Six Feet Under, pq é um assunto dificil na net, principalmente dos blogueiros nacionais.

Pelo pioneirismo e a já reconhecida qualidade dos textos, vc tá de parabéns! Vamos aguardar se seus votos serão vencedores.

Ah, uma perguntinha, seus votos são baseados na sua escolha pessoal ou numa análise do burburinho da mídia?

Kamila said...

Marcus, seu palpite será certeiro na Sandra Oh, mas quanto ao Masi Oka, só se for a zebra do século! :-)

Cassiano, muito obrigada mesmo. Os meus votos são baseados no que eu achei de cada episódio e, é claro, pegando um pouco do que a gente escuta nos sites, nos comentários.

Eu gosto muito de seriados, Cassiano. Assisto a vários, todo dia. Concordo no que você disse a respeito de "Lost", mas vou discordar a respeito de "Ugly Betty". A série não é baseada na famosa novela. Ela tem a mesma premissa: uma garota de aparência "feia", que tenta vencer num mundo que valoriza em excesso a imagem. Mas, o seriado americano é completamente diferente. Tem sua própria identidade e toca em pontos muito importantes, como a família, a ambição, a coragem, o medo. Eu acho que é uma das boas séries a estrear recentemente.

Eu estou tentando, aos poucos, colocar mais notícias sobre TV aqui no "Cinéfila por Natureza". E vou tentar fazer uma análise sobre "Six Feet Under" - talvez sobre o brilhante último episódio desta série que, na minha modesta opinião, é a melhor dos últimos 10 anos a ir ao ar na TV americana.

Beijos.

Vinícius P. said...

Eu adoro a Katherine Heigl, de longa a minha favorita, contudo, assim como você, não vejo grandes chances para ela nessa categoria. Sem dúvida você fez uma ótima análise, pois essa é das categorias mais difíceis - eu mesmo não faço idéia de quem possa vencer, pois ao menos 4 delas tem grandes chances. Minhas apostas (idênticas ao seu ranking de preferidas):

1. Rachel Griffiths
2. Sandra Oh
3. Chandra Wilson
4. Lorraine Bracco
5. Katherine Heigl
6. Aida Turturro

Quanto às apostas para as categorias de atores convidados, concordo com tudo.

Abraço e bom feriado!

Kamila said...

Vinícius, junto com Best Supporting Actress in a Comedy Series, Best Lead Actress in a Drama Series, esta é a categoria mais difícil no Emmy, na minha opinião - porque a gente tem várias pessoas com possibilidades de ganhar, o que dificulta os nossos palpites.

Também adoro a Katherine Heigl. Estou torcendo por ela. Mas, é muito difícil mesmo que ela ganhe. Não porque ela está mal no episódio dela, mas porque tem outras 4 atrizes mais fortes do que ela nesta categoria. Vai ser uma boa briga, mas deve dar Sandra mesmo - apesar de preferir a atuação da Rachel Griffiths.

Bom feriado.

Matheus Pannebecker said...

Kamila.
Faz tempo que estou para postar por aqui, mas foi por falta de oportunidade. Não podia ter post mais oportuno para eu começar minha visita. Fiquei muito, mais muito contente em ver os seus elogios a brilhante Rachel Griffiths que realmente está maravilhosa em Brothers & Sisters. Apesar de eu ter acompanhado pouco dessa série(estou no quinto episódio) acho que ela é a melhor no quesito interpretação, melhor até mesmo que Sally Field.
A sua premiação seria também um pedido de desculpas do Emmy por nunca ter premiado seu desempenho em Six Feet Under (particularmente, acho que sua interpretação só perde para Frances Conroy), meu seriado favorito e que teve um desfecho mais do que perfeito.

Abraço.

Kamila said...

Matheus, obrigada pela visita e pelo comentário. "Six Feet Under" é um dos meus seriados favoritos de todos os tempos e concordo com o que você disse sobre a Rachel. No que diz respeito à interpretação, ela só perdia mesmo para a Frances Conroy. Eu acho que a Griffiths tem méritos enormes para vencer o Emmy neste ano e espero que ela saia vencedora, mas a concorrência está ótima, especialmente das meninas de "Grey's Anatomy".