Monday, September 03, 2007

Primetime Emmy Awards 2007

A 59a. entrega dos Primetime Emmy Awards só irá acontecer no dia 16 de Setembro, com apresentação de Ryan Seacrest (do programa "American Idol") e transmissão ao vivo da FOX (para os EUA) e do Sony Entertainment Television (para a América Latina) - com cobertura do tapete vermelho e do pre e post-shows no E! Entertainment Television.

O blog "Cinéfila por Natureza" vai dividir um pouco o espaço entre cinema e televisão nestas duas semanas que antecedem ao Emmy. Assistimos aos 44 episódios submetidos nas categorias de atuação em seriados para fazer uma análise completa sobre os indicados e suas chances na premiação. Para começar, nesta semana, falaremos das categorias de Ator e Atriz Coadjuvante em Séries de Drama e Comédia.

Outstanding Supporting Actor In A Comedy Series

Entourage • HBO • Leverage and Closest to the Hole Productions in association with HBO Entertainment
Kevin Dillon as Johnny Drama
Histórico no Emmy:
Primeira indicação
Episódio: “The Ressurection”
Kevin Dillon foi uma das maiores surpresas na lista de indicados ao Emmy de Supporting Actor in a Comedy Series. Mais conhecido como o irmão de Matt Dillon, em “Entourage”, Kevin encontra seu brilho próprio neste ótimo seriado produzido por Mark Wahlberg
. Em “The Ressurection”, Johnny Drama está passando por um dia difícil. Seu novo trabalho acabou de ir ao ar e ele recebeu péssimas críticas por ele. Seus amigos tentam ajudá-lo, mas o que ele realmente quer é ficar sozinho. Surpreendentemente, este é um ótimo episódio, que conta com uma excelente atuação do Kevin Dillon. Vai desafiar um pouco o favoritismo de seu colega de elenco, Jeremy Piven.

Entourage • HBO • Leverage and Closest to the Hole Productions in association with HBO Entertainment
Jeremy Piven as Ari Gold
Histórico no Emmy:
3 indicações e uma vitória na categoria de Best Supporting Actor in a Comedy Series (2006) pela sua performance neste seriado.
Episódio: “Manic Monday”
Jeremy Piven, que era um coadjuvante de luxo em filmes e seriados de TV, descobriu o estrelato e o reconhecimento por sua performance em “Entourage”. Em “Manic Monday”, vemos que Ari Gold não é mais o mesmo desde que Vince Chase (Adrien Grenier) o demitiu. O personagem interpretado por Piven está emocional demais e não consegue ser a pessoa raivosa que era antes ou fazer uma coisa que ele fazia com a maior naturalidade antigamente, como demitir um funcionário. Ele quer voltar a ser ele mesmo e vai passar por uma segunda-feira louca. Uma performance excelente de Jeremy Piven, que o coloca numa posição privilegiada para lutar pelo seu segundo Emmy consecutivo nesta categoria.

How I Met Your Mother • CBS • Twentieth Century Fox
Neil Patrick Harris as Barney Stinson
Histórico no Emmy:
Primeira indicação.
Episódio: “Showdown”
A indicação de Neil Patrick Harris por sua performance em “How I Met Your Mother” era uma pedra cantada pelos críticos desde que o seriado estreou. No entanto, foi preciso duas temporadas do show para que a Academia o notasse. Enquanto os seus amigos estão envolvidos nos preparativos do casamento entre Lily (Alyson Hannigan) e Marshall (Jason Segel), Barney participa do famoso programa “The Price is Right”. O acontecimento é mais do que importante para Barney, que cresceu acreditando que seu pai é Bob Barker, o apresentador do programa. Os melhores momentos de Neil Patrick Harris vêm quando ele está participando do programa. Não acredito que este episódio seja suficiente para levar Neil ao Emmy.

The Office • NBC • Deedle-Dee Productions, Reveille, LLC, in association with NBC Universal Television Studio
Rainn Wilson as Dwight Schrute
Histórico no Emmy:
Primeira indicação
Episódio: “The Coup”
Rainn Wilson teve seu primeiro papel de destaque na TV ao interpretar um estranho sujeito que vinha trabalhar na funerária dos Fisher e acabava tendo um relacionamento muito próximo com Ruth (Frances Conroy) em uma das temporadas de “Six Feet Under”. Mas, foi só a partir da estréia de “The Office” que muita gente passou a notá-lo. Em “The Coup”, Dwight é um dos funcionários insatisfeitos com a liderança de Michael (Steve Carell). Encorajado por Angela (Angela Kinsey), que tem medo de que todos ali percam seus empregos, Dwight procura Jan (Melora Hardin) e tenta convencê-la a dar o cargo de Michael para ele. Rainn Wilson está excelente no episódio e tem ótimos momentos. Ele vem para brigar pelo Emmy de Supporting Actor in a Comedy Series.

Two And A Half Men • CBS • Chuck Lorre Productions, Inc., The Tannenbaum Company in association with Warner Bros. Television
Jon Cryer as Alan Harper
Histórico no Emmy:
2 indicações e nenhuma vitória
Episódio: “Repeated Blows to His Unformed Head”
Jon Cryer foi um ator de filmes juvenis na década de 80 e que voltou aos holofotes da indústria a partir do momento em que “Two and a Half Men” estreou. Em “Repeated Blows to His Unformed Head”, Alan revela um fetiche secreto: ele adora mulheres grávidas. Quando Naomi (Sara Rue, numa participação especial), a filha de Berta (Conchata Ferrell), aparece com uma barrigona para visitar a mãe, Alan fica doido e dedica todo o seu dia para ela. Cryer está bem no episódio, mas tem sua atuação ofuscada por Conchata Ferrell - a atriz que tem as melhores tiradas cômicas no episódio.

Rankings:
1. Jeremy Piven, “Entourage”
2. Rainn Wilson, “The Office”
3. Kevin Dillon, “Entourage”
4. Neil Patrick Harris, “How I Met Your Mother”
5. Jon Cryer, “Two and a Half Men”

Quem vai ganhar? Jeremy Piven, “Entourage”
Fique de olho em: Rainn Wilson, “The Office” - o único que pode acabar com o favoritismo absoluto de Piven nesta categoria.

12 comments:

Museu do Cinema said...

Tai uma coisa que estou completamente por fora Kamila.

Mas legal vc abrir espaço no seu blog, acho que temos pouca informaçãos sobre séries de TV na internet.

Kamila said...

Obrigada, Cassiano.

Romeika said...

Kamila, vc já deveria ter feito esse tipo de cobertura antes, afinal, não conheço ninguém melhor do que vc pra falar sobre as mais variadas séries de TV. Eu sou completamente por fora! Quero só ver a sua análise de "Ugly Betty".

re: Não sabia que o David Fincher tinha dirigido aquele clipe, que máximo! Mais um motivo pra se admirar o trabalho dele. Quanto ao prêmio, de nada! Que bom que vc gostou. Boa semana ^^

Kamila said...

Romeika, muito obrigada. E espero que goste do especial.

O David Fincher é o diretor de "Freedom 90", do George Michael. Ele começou, aliás, como muitos outros diretores famosos (Ridley Scott, por exemplo), ao dirigir videoclipes e comerciais.

Boa semana para você também!

Otavio Almeida said...

Muito bem, Kamila!

E obrigado por citar o E! ;-))

Bjs!

Kamila said...

De nada, Otavio. ;-)

Beijos.

PS: quem estiver de olho nos indicados ao Emmy, é bom ficar ligado na HBO Brasil, que, às 21hs., estréia o filme "Life Support", com Queen Latifah - que está brigando pelo Emmy.

Rafael Carvalho said...

Ei Kamila, sou o Rafael do Cinematógrafo XXI e vim fazer uma visita ao seu espaço. Na verdade já tinha aparecido aqui no blog antes, mas bem rapidamente. Aproveito para adicionar o seu endereço lá no blog. Espero sua visita no Cinematógrafo.

Em relação à indicações ao Emmy, esse é um assunto que, como o Museu do Cinema, também estou por fora. Mas é um espaço interessante para quem curte as produções para a TV. Até então!!!

Vinícius P. said...

Bela análise, Kamila! Meu favorito disparado é o Jeremy Piven, muito bem em "Entourage", mas gosto também do Kevin Dillon e um pouco do Rainn Wilson (preferia que o John Krasinski fosse o indicado por "The Office"). Ainda não vejo "How I Met Your Mother". Minhas apostas:

1. Jeremy Piven
2. Neil Patrick Harris
3. Jon Cryer
4. Rainn Wilson
5. Kevin Dillon

Abraço!

Kamila said...

Oi, Rafael, obrigada pela visita e pelo comentário. Apareça sempre que quiser.

Vinícius, eu também preferia ver o John Krasinski indicado ao Emmy, do que o Rainn Wilson. Mas, de qualquer maneira, a indicação dele é merecida. Como disse em minha análise, acho muito difícil mesmo que alguém tire o Emmy do Jeremy Piven, porque o episódio que ele escolheu é sensacional.

Marcus Vinícius said...

Desses seriados, o único que conheço é 'Two and a Half Man'. No resto, to mais perdido que surdo em bingo. =D

Beijos

Kamila said...

Marcus, assisto "Two and a Half Men" esporadicamente, porque a minha irmã gosta bastante do seriado. Eu acho um pouco sem-graça, mas confesso que achei bem divertidos os episódios submetidos pelos atores da série.

Beijos.

Romeika said...

Sim, eu sabia que ele tinha começado como diretor de videoclipes, mas não sabia que ele tinha dirigido "Freedom", clipe inesquecível!