Wednesday, October 17, 2007

Rio de Janeiro Recebe "The Incredible Hulk"

Depois da cidade de São Paulo (que foi locação para cenas de “Blindness”, a nova produção estrangeira do diretor brasileiro Fernando Meirelles), chegou a vez do Rio de Janeiro receber as filmagens de uma produção norte-americana. De acordo com o site “Omelete”, na primeira semana de novembro, a equipe do diretor francês Louis Leterrier desembarca na Favela de Tavares Bastos, que fica localizada no Cadete, para a filmagem de cenas que fazem parte da primeira parte do blockbuster da Marvel Comics, “The Incredible Hulk”.

“O Brasil é um dos locais onde o Dr. Banner pesquisa uma cura para a sua condição, testando remédios com ervas locais. Quando um produto nos EUA, oriundo do Brasil, tem teores de radiação gama identificados na sua composição, o exército comandado pelo General Ross desembarca por aqui atrás do Hulk”, afirma o jornalista Marcelo Hessel na matéria do site “Omelete”.

Do elenco principal do filme, devem viajar para o Brasil os atores Edward Norton (que interpreta Bruce Banner) e Tim Roth (que será o oficial Emil Blonsky, o futuro vilão Abominável). Além dos dois, ainda estão no elenco do filme os atores Liv Tyler, William Hurt, Tim Blake Nelson e Christina Cabot. “The Incredible Hulk” estréia, nos EUA, no dia 13 de Junho de 2008.

11 comments:

Johnny Strangelove said...

olha ... vou ser sincero
eu coloco fé no verdão ehehehe
sério mesmo, gostei do primeiro filme, pena que não foi tão recebido e desta vez estão moldando para o caminho certo.
abraços

Vinícius P. said...

Não estou tão confiante para esse filme, mas se for melhor do que aquele do Ang Lee (que eu sinceramente não gosto) já está valendo. E legal eles filmarem no Brasil!

Ramon Scheidemantel said...

Eu acho que o primeiro filme pecou no CGI. Como os críticos ressaltaram na época, o Hulk mais parecia uma grande bola de borracha verde.
No mais, eu gostei bastante do trabalho. Um show de edição!
É que o Hulk original, tal qual como foi retratado no primeiro filme, é muuuuuuuito poderoso, o que acaba tirando a graça da história. Talvez ele tendo que encarar a bandidagem da favela, sem ajuda do Capitão Nascimento, o filme pode ficar interessante. hehehe!

Museu do Cinema said...

Li essa nota no Omelete Kamila!

Eu não sei não, mas esse filme vai ser de dificil aceitação pelo outro do Eric Bana.

Vulgo Dudu said...

O páis e suas "ervas" que curam e acalmam. Estou sentido cheiro daquele Brasil com maracas, mambo, "gracias" e otras cositas mas. Fico me lembrando de "Kickboxer 3", um filme de ação em que o sujeito vem para o Rio e enfrenta uma gangue de lutadores de capoeira em favelas(???). Ele chega no aeroporto, recebe um colar de flores(???) e é assaltado por um trombadinha(!!!), de quem depois ele se aproxima. Detalhe: não só o trombadinha, como seus amigos, falam inglês com leve sotaque estrangeiro(???).

Não sei se vocês estão por dentro, mas a favela de Tavares Bastos fica no bairro do Catete. É tranquila para gravações porque, dentro dela, desde 2000, fica a sede do Bope (olha o Tropa de Elite aí). Inclusive, já foi cenário para gravação de novelas, seriados etc.

Aquele primeiro filme do Hulk, com computação gráfica foi uma lástima. Constrangedor...

Bjs.

Romeika said...

Minha nossa, Edward Norton filmando numa favela (?) no RJ, quem diria! Se vc morasse no Rio, se arriscaria a dar uma espiada, Kamila?;-)

Kamila said...

João, não sou muito fã do filme do Ang Lee. Mas, concordo que a Marvel parece estar bem satisfeita com os caminhos que esta segunda adaptação está tomando. Pena que o filme que eles mais botam fé mesmo é a adaptação de "O Homem de Ferro".

Vinícius, faço minhas as suas palavras.

Ramon, e parece que o Hulk vai encarar uma cena de ação na favela. Pelo menos, é isso que o Omelete fala.

Cassiano, concordo. Acho que, como o primeiro filme foi de qualidade questionável, esse segundo vai ser meio que "esquecido" por um primeiro momento. Mas, estou confiante de que, pelo menos, este "The Incredible Hulk" supere o filme do Ang Lee.

Dudu, sinceramente, espero que o Brasil não seja retratado dessa maneira. E a favela de Tavares Bastos parece que é uma das mais seguras. Foi locação da novela "Vidas Opostas". Acho que a escolha por essa comunidade pesou muito justamente por causa da segurança.

Romeika, ai mesmo se eu morasse no Rio.... Que pena!!! :-)

Beijos.

Wanderley Teixeira said...

O Brasil está mesmo inspirando locações.Quem dera se uma dessas produções caíssem aqui em Salvador...

Kamila said...

Ah, eu também queria que uma produção estrangeira fosse filmada por aqui. Por enquanto, ficamos somente com as produções nacionais.

Marcio said...

Vcs estão equivocados em alguns pontos, falo isso pq sou colecionador assíduo do personagem a mais de dez anos, e fã de inúmeros filmes.

Filme de 2003: Foi um filme profundo e bem trabalhado no quesito diálogos, elenco, atuações, e parcialmente fiel aos quadrinhos. Mas como se trata de Hulk, q na minha opinião é mais complexo de se levar as grandes telas do q qualquer outro herói, o diretor se confundiu em certas partes, no entanto serviu de estudo para q esse novo filme seja criado. Dito q esse filme novo, não se trata em hipótese alguma de uma sequencia.

Poder: O Hulk do filme de 2003 era infinitamente mais fraco q nos quadrinhos. O Hulk possui uma força e poder ilimitados, maior até q o superman, e isso parece q finalmente será explorado nesse filme, uma vez q salvará Nova York da destruição pelas mãos do Abominável.Não faz sentido mostrar uma criatura fraca, pois ele não é assim nos quadrinhos, mas como sua força aumenta com o passar dos anos, isso será certamente retratado de forma evolutiva, não explorando todo seu potencial apenas nesse filme.

Prestigio: Algumas pessoas torcem o nariz qdo dizem q Norton aceitou esse papel, qdo na verdade ele mesmo (fã incondicional do personagem desde a infância) procurou o papel, desde o filme de 2003. Hulk para quem compreende a linguagem dos quadrinhos, é o mais profundo personagem dos gibis, atraindo atores famosos e de grande porte como Norton, Banna, Sam Elliot, Nick Nolte, Jennifer Connely, Bill Bixby e até um diretor de talento invejável como Ang Lee. Norton escolheu bem o personagem, ele se assemelha muito a Banner e sabe q o filme exige mais do q os outros filmes de heróis.

Prioridades: engana-se quem pensa q o filme do Homem de Ferro será prioritário em relação ao ano q vem. Esse citado filme se mostra muito bem desenvolvido é verdade, graças ao talento do diretor, mas ao q parece, tirando os efeitos, é um filme convencional de heróis, mais voltado a entretenimento comum, sem nenhuma profundidade emocional, e elenco não tão capaz qto o de Hulk. Em Hulk temos o excelente ator Edward Norton ao lado do veterano oscarizado William Hurt, e o próprio presidente da Marvel afirmou ser Hulk prioridade máxima, apostando nesse filme embora os mals resultados da precipitada versão de 2003. O personagem goza no momento , do maior prestígio entre os leitores de quadrinhos, alavancando as vendas nos EUA com sua atual série de comics. Não há razão para se pensar em privilégios em relação ao Homem de Ferro.

Agora é só aguardar a produção.....abraços!

Anonymous said...

presidents medicinesms maintained refer olga singhec assigned timepublish preciseness azerbaijan approve
lolikneri havaqatsu