Tuesday, January 22, 2008

80th Annual Academy Awards 2008 - Indicações

A atriz Kathy Bates e Sid Ganis, o presidente da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, acabam de anunciar os indicados para a 80ª edição dos Academy Awards.

A lista é cheia de surpresas. Algumas delas: Laura Linney (“The Savages”) para Melhor Atriz, Tommy Lee Jones (“In the Valley of Elah”) para Melhor Ator, “Surf’s Up” para Melhor Filme de Animação e Jason Reitman (“Juno”) para Melhor Diretor. As maiores omissões foram para “Into the Wild”, do diretor Sean Penn, que só conseguiu duas indicações ao Oscar. Infelizmente, “O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias”, não conseguiu a indicação para Melhor Filme Estrangeiro.

“No Country for Old Men” e “There Will Be Blood” são os filmes com o maior número de indicações: ao todo foram oito para cada um. “Atonement” (que foi indicado à Melhor Filme) e “Michael Clayton” vêm em seguida com sete indicações cada.

A lista de indicados para o Oscar 2008, nas categorias principais são:

Melhor Ator
George Clooney, “Michael Clayton”
Daniel Day-Lewis, “There Will Be Blood”
Johnny Depp, “Sweeney Todd – The Demon Barber of Fleet Street”
Tommy Lee Jones, “In the Valley of Elah”
Viggo Mortensen, “Eastern Promises”

Melhor Ator Coadjuvante
Casey Affleck, “The Assassination of Jesse James by the Coward Robert Ford”
Javier Bardem, “No Country for Old Men”
Hal Holbrook, “Into the Wild”
Philip Seymour Hoffman, “Charlie Wilson’s War”
Tom Wilkinson, “Michael Clayton”

Melhor Atriz
Cate Blanchett, “Elizabeth – The Golden Age”
Julie Christie, “Away from Her”
Marion Cotillard, “La Vie en Rose”
Laura Linney, “The Savages”
Ellen Page, “Juno”

Melhor Atriz Coadjuvante
Cate Blanchett, “I’m Not There”
Ruby Dee, “American Gangster”
Saoirse Ronan, “Atonement”
Amy Ryan, “Gone Baby Gone”
Tilda Swinton, “Michael Clayton”

Melhor Filme de Animação
Persepolis
Ratatouille
Surf’s Up

Melhor Diretor
Julian Schnabel, “The Diving Bell and the Butterfly”
Jason Reitman, “Juno”
Tony Gilroy, “Michael Clayton”
Joel Coen e Ethan Coen, “No Country for Old Men”
Paul Thomas Anderson, “There Will Be Blood”

Melhor Filme
Atonement
Juno
Michael Clayton
No Country for Old Men
There Will Be Blood

Melhor Roteiro Adaptado
Atonement
Away From Her
The Diving Bell and the Butterfly
No Country for Old Men
There Will Be Blood

Melhor Roteiro Original
Juno
Lars and the Real Girl
Michael Clayton
Ratatouille
The Savages

O Academy Awards 2008 acontecerá no dia 24 de Fevereiro, em Los Angeles, com a apresentação de Jon Stewart.

Para ler a lista completa de indicados, clique
aqui.

28 comments:

Museu do Cinema said...

A DISPUTA DO SÉCULO KAMILA.

MESMO SEM SEAN PENN, PTA E OS COEN TEM TUDO PARA FAZEREM A DISPUTA DO SÉCULO NESSE OSCAR E TRANSFORMAR A FESTA EM UM DIA HISTÓRICO PROS CINÉFILOS DO MUNDO INTEIRO.

Tenho algumas queixas, mas estou tão feliz com esse embate que nem vou mencionar.

Kamila said...

Cassiano, eu acho que os dois vão acabar dividindo prêmios nessa cerimônia.

Johnny Strangelove said...

EU EU EU ... O BRASIL SE FUDEU!!!!
Pela segunda vez fizeram o pior erro, colocar filme errado para ser o representante brasileiro no Oscar ...
e estou surpreso com a carrada de indicação para Micheal Clayton, o reconhecimento para Tá Dando Onda e a indicação de Cate Blanchett para melhor atriz, ´já que o filme é meio baqueado ...
abraços

Museu do Cinema said...

É Kamila, já pensou se rola um empate e os dois recebem o prêmio? Os dois não, os três. Ai seria um filme.

Eu concordo ai com o Dr. Strangelove, quem mandou colocar o filme bonitinho? Essa é pro Rubens Ewald Filho!

Wally said...

Kamila, depois comento direito, ainda to com dor de cabeça por ter visto uma das maiores merdas do ano indicada...

Ciao!

Vinícius P. said...

Ora, minha gente, sincerament vocês acham que "Tropa de Elite" seria indicado? Faça-me o favor... Com a Academia conservadora do jeito que é (nessa categoria) o filme não passaria nem na primeira fase, creio eu.

Bem, esperava uma 'surpresa' na categoria principal, mas foi bem o esperado mesmo - e todos erraram que "Into the Wild" seria indicado ;-) Sem dúvida é uma ótima seleção (a melhor nos últimos anos) e fiquei muito feliz pelos indicados - tirando o esquecimento de "O Ano" (mais até que foi bom, assim não criamos muitas expectativas e a decepção não é maior).

E que beleza "Surf's Up" entre as animações, hein? Quase cai da cadeira quando anunciaram - muito mais do que a ausência de "O Ano".

Abraço!

Romeika said...

Ah, eu perdi ao vivo:-( Achei um site do Oscar que transmitiria ao vivo, mas me esqueci do horário de verão (?) e quando fui ver já estava uma hora atrasada...

Me surpreendi com as várias indicações pra "Michael Clayton", ainda que concordo com algumas dessas. Pena por Amy Adams não ter entrado na lista, mas esse ano foi apertado pras mulheres, tantas atuações divinas, e a Adams não é a única que ficou de fora nesse sentido.

E olha aí "Encantada" com três canções! Por mim só indicaria uma.. No mais, adorei "Ratatouille" em roteiro original, Mortensen na lista de ator (Eastern Promises merecia mais!), "O Ultimato Bourne" em melhor edição..enfim, a lista está até boa.

E ansiando pelos filmes dos Coen e do PTA! E claro... ATONEMENT! :-)

Johnny Strangelove said...

Cidade de Deus é mais violento e foi indicado ...

Vinícius P. said...

Mas não na categoria de melhor FILME ESTRANGEIRO - e isso faz toda a diferença.

Lucas said...

Adorei as indicações, principalmente na categoria de atuação, menos a Ruby Dee, que quase não aparece no filme.

E Cidade de Deus não foi indicado a Melhor Filme Estrangeiro, e sim a categorias técnicas o que é bem diferente, pois são outras pessoas que votam, e não os velhinhos de Filme Estrangeiro.

Johnny Strangelove said...

e Infancia Roubada que é considerado o Cidade de Deus africano ganhou o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro e ai ?

Mas graças a Deus que O Ano não foi indicado ...

Lucas said...

Infância Roubada é horrível, e nem se compara a Cidade de Deus, nem a violência.

Kamila said...

João, não acho que "O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias" tenha sido a escolha errada. O filme tem apelo universal, tanto que foi selecionado para estar entre os 9 melhores filmes estrangeiros pela Academia. "Tropa de Elite", se fosse nosso representante, nem estaria na pré-lista. E nem adianta falar de "Infância Roubada" porque o filme não tem metade da violência vista em "Cidade de Deus" e, assim como "O Ano", tem uma história que fala de transformação, de amadurecimento, de mudança.

Fiquei super feliz com a indicação de "Tá Dando Onda" (juro que quase eu dava um grito), com as sete indicações de "Atonement" e as três de "Enchanted". Fiquei triste com a dupla indicação da Blanchett (uma por "I'm Not There") era mais que suficiente e com as sete indicações para o super-estimado "Michael Clayton".

Cassiano, um empate é improvável. Mas, acho que veremos um repeteco do ano passado e os filmes dividindo um certo número de Oscars, sem nenhum deles se destacando como vencedor solitário.

Wally, quando eu vi a indicação de "Norbit" só me lembrei de você.

Vinícius, eu também fiquei besta com a indicação para "Tá Dando Onda" e, mesmo sem ter visto o filme, acho que "Into the Wild" merecia um pouco mais.

Romeika, a lista foi boa. Fiquei triste demais pela Adams, que poderia ter entrado na lista no lugar da Blanchett. De qualquer maneira, o consolo é que veremos a Amy cantar no Oscar - pelo menos, espero que tenha a cerimônia e a gente possa ver isto.

Lucas, Ruby Dee recebe aquela indicação que chamo de "homenagem à carreira". Só espero que o Oscar não invente de dar a estatueta para ela.

E, olha, eu não comemoro a não indicação de "O Ano". Eu acho que, se a indicação tivesse acontecido, seria ótimo para o nosso cinema.

De qualquer maneira, que "Tropa de Elite" comece a delinear seu caminho para repetir a trajetória internacional de "Cidade de Deus".

Beijos.

Museu do Cinema said...

É por isso que perdemos, ficar fazendo filmes bonitinhos para ser indicado ao Oscar é fim de mundo.

Cinema é muito mais que isso meus amigos. Um filme nunca deve ser feito com objetivos, os gênios sempre nos dizem isso, vamos aprender!

Vinícius P. said...

Olha, Kamila, de tanto que eu falo (e ainda falarei) de "Conduta de Risco" lá no blog, você vai acabar gostando do filme, hahaha ;-) Enfim, foi mais do que satisfatório ver esse e "Atonement" na categoria principal, sem falar que os outros três devem ser filmaços também. Pelo segundo ano consecutivo, a seleção para a categoria principal está acima da média. E "Into the Wild" merecia ao menos ter uma de suas canções indicada...

Abraço!

Kamila said...

Mas, Cassiano, duvido que Cao Hamburger tenha feito "O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias" pensando em ganhar o Oscar. Eu acho que a crítica tem que ser feita, então, à Comissão que seleciona o filme que representará o Brasil no Oscar. De qualquer maneira, eu acho que, em 2007, a escolha deles foi justa.

Vinícius, acho que minha opinião sobre "Conduta de Risco" só mudará no dia em que eu rever o filme. :-)

Victor Nassar said...

É...assim são as coisas!
"O Ano.." foora..=/

No geral, acho que a disputa PTA x Coen promete. Mas acho que leva "Onde os Fracos Não tem Vez" ,e não acho que seja divido não. Vejo "Onde os Fracos.." com uns 5 Oscars e "Sangue Negro" com 1 ou 2
Vejo "Onde Os Fracos..." mais fortes! (Com perdão ao trocadilho!!)

Beju!

Victor Nassar said...

Leia-se:

divido = dividido
fortes = forte

Foi a ansiedade pelo comentário. hehe

Kamila said...

Victor, eu acho que "Onde os Fracos Não Têm Vez" e "Sangue Negro" dividirão os prêmios, pelo menos, nas categorias principais. Vejo um equilíbrio ainda maior nas categorias técnicas.

E que pena mesmo para "O Ano".

Museu do Cinema said...

Talvez não Kamila, posso até acreditar, mesmo sem ter visto o filme, mas a gente tem que parar com isso, se nós cobramos isso da academia e como é que fazemos a mesma coisa? Isso tem q parar!

Tem que indicar o melhor, não é o mais bonitinho. Cinema é cinema. Temos que resgatar o pensamento da nouvelle vaugue, e colocar lá em cima o cinema de autor. Se não vamos acabar virando peças para prêmios, e ai o cinema acaba. Essa é a minha crítica a escolha de O Ano, é a minha crítica ao filme Desejo e Reparação e é a minha ode a Sangue Negro e Onde os Fracos não tem Vez. Para quem conhece esses cineastas sabem q eles devem estar felizes, mas nunca fizeram seus filmes para isso, ou esperando por isso.

Alias, o PTA e os COEN tem dois filmes em qualquer locadora do mundo que valem mais do que alguns vencedores do Oscar e serão ETERNOS.

Perguntem a eles se eles trocariam essa veneração por Magnólia e Fargo pelo velho dourado, careca e nu?

O Oscar é uma festa maravilhosa, mas longe de dizer quem é o melhor, e o desse ano é histórico por colocar lado-a-lado os melhores. Seria uma oportunidade genial deles renderem uma homenagem a esses dois CINEASTAS maiusculos.

Otavio Almeida said...

Dá-lhe TROPA DE ELITE. Bom, Kamila... eu gostei da indicação do Tommy Lee Jones. E fiquei decepcionado pela ausência de INTO THE WILD. Nada a ver.

Vejo JUNO hj. Depois conto. mas algo me diz que THERE WILL BE BLOOD será o melhor de todos. Não sei.

Dos que eu vi (ONDE OS FRACOS NÃO TÊM VEZ, DESEJO E REPARAÇÃO e MICHAEL CLAYTON), prefiro o filme do Joe Wright.

Bjs!

Kamila said...

Cassiano, concordo com seu texto e com a sua admiração por cineastas que se preocupam com a arte, ao invés de fazerem seus filmes buscando a conquista de prêmios, de bilheteria, de sucesso. No entanto, acho que a gente pode colocar um pouco essa visão de lado e pensar que os Coen Brothers e o PT Anderson querem, sim, vencer o Oscar. A cara de decepção do PT quando perdeu o Oscar pelo roteiro de "Magnólia" disse tudo. Eu gostaria de um empate, de ver todos saindo com prêmios e espero mesmo que o Oscar 2008 mostre essa vontade de premiar o cinema, a arte.

Otavio, pode ser que "There Will Be Blood" prevaleça no final. Como eu disse por aqui, estou apostando na divisão de prêmios entre esse filme e "No Country for Old Men". Espero suas opiniões sobre "Juno".

Beijos.

Marfil said...

Não tenho nada a reclamar do Oscar esse ano. Foi justo. Foi Pulverizado. Contemplou todo o universo gigantesco de excelene filmes elegíveis. Não estou triste por O ANO. Sinto uma certa conspiração de bastidores para premiar Wadja.

Museu do Cinema said...

Mas eu não disse que não Kamila. Pq além deles serem gênios, são modestos. O Oscar é o maior prêmio do cinema mundial, isso não resta duvidas, mas é só um prêmio.

Lembra do Ennio Morricone conquistando um Oscar honorário e visivelmente emocionado? O nome disso é humildade, e anda lado-a-lado com a genialidade, pelo simples fato de o gênio não faz nada para dizerem: - Olha ali um gênio.

Kamila said...

Marfil, o Wadja não tem ainda o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro? Será que a Academia também não vai querer premiar seu outro queridinho, o Denys Arcand?

Cassiano, me lembro o quanto a emoção do Morricone em receber o Oscar me comoveu. O que a gente se esquece é que os Coen já têm a estatueta dourada e ficaram super felizes com isso (tudo bem que é diferente ganhar por roteiro, sendo que, neste ano, eles podem ser consagrados como realizadores - diretores, roteiristas, produtores e editores). O Anderson, se não me engano, ainda precisa ganhar seu primeiro Oscar. Seria ótimo ver a consagração do trio.

Mari said...

Estou tão desolada com o triste acontecimento para o mundo do cinema na última terça-feira, que nem estou ligada no Oscar deste ano.
Desculpe pelo comentário totalmente fora do assunto, mas é que precisava desabafar pois ainda não estou acreditando no que aconteceu...

Kamila said...

Mari, acho que todos nós ainda estamos descrentes e demoraremos a processar a notícia da morte do Heath Ledger.

Anonymous said...

[url=http://louboutinmart.co.uk]christian louboutin shoes[/url] "It wasn't until 30 years ago we began to give up public space for basketball courts and soccer fields. [url=http://dkgoose.com]Canada Goose jakker[/url] Jvmgohomu http://www.louboutinoutletuks.co.uk
zibpfb 015137 [url=http://www.chilliwackbombersoutlet.com]men s canada goose parka[/url] 979216 [url=http://www.beatsbydreaonsales.com]beats by dre christmas sales[/url]