Monday, February 11, 2008

50th Annual Grammy Awards 2008 - Comentários

A cada novo intervalo, a locutora oficial da noite do 50th Annual Grammy Awards, que aconteceu ontem, em Los Angeles, anunciava: “logo mais, a atração que todo mundo está esperando: Amy Winehouse”. Parece até errado colocar tanta pressão e expectativa nos ombros de uma jovem de 24 anos que está passando por um momento difícil em sua vida, tentando vencer na dura batalha contra o vício em drogas. Mas, o desenrolar da noite já indicava que este seria o momento dela.

Quando se apresentou, via satélite, diretamente de um estúdio, em Londres, Amy Winehouse (cantando “You Know I’m No Good” e “Rehab”) mostrou ser uma cantora cheia de energia e em pleno domínio de seu ofício. Ovacionada pela pequena platéia londrina e visivelmente emocionada (assim como seus pais, que foram os primeiros a abraçá-la), Amy mal pôde articular seu discurso de agradecimento após vencer na categoria de Record of the Year, por “Rehab” (ela ainda levaria mais 4 prêmios, sendo a grande vitoriosa da noite).

Que os aplausos, carinho e amor de ontem à noite sejam fontes de inspiração para que Amy Winehouse consiga se recuperar, pois ela tem muita vida, talento e trabalho pela frente. Força, Amy!

No geral, a noite do 50th Annual Grammy Awards foi mais uma verdadeira chuva de boas performances musicais, com destaques para aquelas que colocavam lendas da música do passado com aqueles artistas que estão fazendo a indústria no presente, como Tina Turner e Beyoncé Knowles; Little Richard, Jerry Lee Lewis e John Fogerty; Josh Groban e Andrea Bocelli; dentre tantos outros.

A lista de vencedores nas categorias principais:

Album of the Year
“River: The Joni Letters”, Herbie Hancock

Record of the Year
“Rehab”, Amy Winehouse

Song of the Year
“Rehab”, Amy Winehouse

Best New Artist
Amy Winehouse

Para ver mais ganhadores, é só clicar aqui.

7 comments:

Vinícius P. said...

E fiquei emocionado com esses momentos da Amy Winehouse (sua apresentação e o discurso de agradecimento), deve ter sido o melhor momento da noite mesmo. Também quero que ela se recupere totalmente pois sem dúvida é uma grande cantora. O reconhecimento ao seu trabalho foi mais do que merecido, ainda que tenha perdido de forma inexplicável na categoria principal. Pelo pouco que vi, minhas apresentações favoritas foram a da Amy, do Kanye West e da Beyoncé (quem diria!).

Abraço!

Pedro Henrique said...

Pena, não pude ver.
Winehouse levou "tudo".

Abraço!!!

Kamila said...

Vinícius, para mim, a imagem da Amy vencendo Record of the Year foi o momento da noite do Grammy. Foi algo especial vê-la rodeada das pessoas que a amam e que querem o bem dela vibrando por ela. As minhas performances favoritas foram: Amy Winehouse, Rihanna e The Times e Tina Turner e Beyonce. Não suporto o Kanye West!

Pedro, o Sony irá reprisar o Grammy no dia 17. Não perca!

Weiner said...

Vi o vídeo em que Winehouse agradece pelo prêmio e olhe só, me deu um certo nó no coração. Acho que foi sentimento de pena. Nunca havia sentido isto por ela (acreditava que era uma mulher bastante fraca do juízo por se meter em tantos escândalos) embora sempre tenha torcido por seu retorno à estabilidade (afinal, é uma grande artista). Mas não vou negar que criei uma simpatia a mais por enxergar que nela existem sim, muitos sentimentos bons. Abraços.

Kamila said...

Weiner, eu também senti um nó no coração vendo a Amy receber o prêmio justamente por perceber o sistema de apoio que ela tem (família e companheiros de banda visivelmente felizes e emocionados por ela). Tenho muita simpatia por ela e espero que ela supere todos esses problemas e continue sendo esta cantora/compositora maravilhosa.

Romeika said...

Arrasa, Amy!!! Olha, Kamila, conheço pouco desse lado pessoal da cantora com as drogas, etc, mas do que eu pude escutar da sua música, ela é sem dúvida a melhor cantora que apareçou nesses últimos anos. Não entendo muito de música, mas não pude evitar de apreciar suas canções e seu estilo único. Na torcida por sua recuperação.

Kamila said...

Romeika, concordo que ela é uma das melhores cantoras a aparecer nos últimos anos. O estilo dela é único e ela tem um talento enorme. Estamos todos na torcida para que ela se recupere.