Wednesday, May 21, 2008

Cannes Film Festival 2008 - Estréia de "Che"

Por muito tempo, todos os detalhes por trás de “Che”, o projeto por muito tempo acalentado pelo diretor Steven Soderbergh e pelo ator Benicio del Toro, foram desconhecidos. No entanto, todo o mistério acabará logo mais, quando a obra – que é composta por duas partes intituladas “The Argentine” e “Guerilla” – estrear no Festival de Cinema de Cannes.

Até a participação no famoso festival foi confirmada em cima da hora, já que os rumores davam conta de que Steven Soderbergh não havia finalizado a edição dos dois filmes a tempo de eles serem mostrados na Riviera Francesa. No entanto, apesar de este ser um projeto controverso (e que, por exemplo, não recebeu o financiamento de grandes estúdios) e difícil de ser promovido ao público, a verdade é que os distribuidores (especialmente aqueles que trabalham somente na América do Norte) estão travando uma guerra silenciosa, nos bastidores, pelos direitos de exibição do filme – afinal, muitos apostam que “The Argentine” e/ou “Guerilla” serão bons concorrentes ao Oscar 2009.

"Che" acompanha aquele que foi o momento mais alto da filosofia pregada por Ernesto "Che" Guevara de la Serna. “The Argentine” se passa em 1956, quando Che (Benicio del Toro) liderou, ao lado de Fidel Castro (Demián Bichir), um exército popular para depor o regime de Fulgêncio Batista. Já “Guerilla” – que pessoas da indústria afirmam ser a parte mais superior de “Che” – se passa após a queda de Fulgêncio Batista, quando Che passou a fomentar outras guerrilhas na África e na América do Sul até que foi capturado e morto na Bolívia.

Para acompanhar as reações da crítica à “Che”, é só ficar de olho no Blog do Vinícius, que faz uma cobertura completa da edição 2008 do Festival de Cinema de Cannes.

17 comments:

Ibertson Medeiros said...

Quero muito ver esse filme sobre a vida do Che Guevara.

Louis Vidovix said...

Esse filme parece mt bom hein?
Del Toro é um excelente ator e sabe-se lá o q vai entregar com um personagem com tanto potencial!

Sérgio Déda said...

Valeu por conferir meu blog
Te adicionei na minha lista..

Estou super ansioso por ´´Che``, pois vem sendo considerado um dos possíveis favoritos ao Oscar como vc mesmo disse..

vlws

Vinícius P. said...

Acredito muito nesse filme, apesar que ele pode ser um tanto prejudicado em Cannes por ter quatro horas de duração (querendo ou não, deve cansar um pouco). E estou curioso para saber como será essa divisão no Oscar, será se colocarão os dois filmes como um só (tipo "Grindhouse")? Enfim, ainda não tive tempo de ver a reação da crítica (logo devo publicar no blog), mas acho que ao menos o Del Toro deve estar muito bem.

Abraço!

Rodrigo Fernandes said...

Taí um filme que surgiu do nada - lógico que isso não existe, mas é como vc disse, Kamila, os detalhes dessas duas produções sempre estavam cobertas de mutios mistérios... é nesse que em um dos dois filmes tem a participação do Rodrigo Santoro como Raul Castro - não lembro se era boato isso ou se foi confirmado, enfim..rs...
com certeza a reação em Cannes é um cronometro para o que deve ser a reação do público no geral... apesar de que as vezes muita exigencia pra cima de um filme, acaba o estragando demais... enfim, tomara que venha com força!!!
=beijos

Wally said...

Quero muito ver Che! E até então não sabia que iriam unir os filmes, que achei que sairiam divididos. Enfim, adoro Soderbergh e adoro Del Toro. Sou fascinado por Che Guevara e revoltado que o único filme digno que aborde sua vida seja Diários de Motocicleta. Mas ainda tem tanto para contar..

Ciao!

Isabela said...

Ja ta na listinha. HAHAHA :)

Marfil said...

Acho CHE um projeto difícil comercialmente. Deve ser dividido em dois filmes no cinema

Romeika said...

Faz tanto tempo que tinha ouvido falar desse filme que me esqueci completamente do projeto, nem sabia que ia estrear em Cannes.

Luciano Lima said...

Soderbergh quer ser o Eastwood de 2009! hehehe
Espero muito por esse filme por gostar das produções independentes do diretor.
Abraço! ^^

Hugo said...

O filme parece no mínimo interessante e Benício Del Toro está muito parecido com as fotos de Che.

Kamila said...

Somos dois, Ibertson!

Louis, eu acho que o Benicio del Toro irá arrasar na pele do Che Guevara.

Sérgio, eu também estou super ansiosa para conferir este projeto.

Vinícius, acho que "Che" será dividido em duas partes para ser melhor apreciado pelo público e não se tornar uma sessão cansativa, como você mesmo disse.

Rodrigo, o seu xará está, sim, nesse projeto interpretando o Raúl Castro.

Wally, para Cannes os dois filmes foram juntos, mas serão vendidos de forma separada para o público em geral.

Isabela, na minha também!

Marfil, concordo com você.

Romeika, pois "Che" foi uma das estréias mais aguardadas do festival.

Luciano, tenho uma relação meio de amor e ódio com os filmes do Soderbergh, mas espero gostar de "Che".

Hugo, o Benicio del Toro parece estar ótimo mesmo.

Bom feriado!

Mateus said...

Realmente, vale a pena ficar de olho, tem boas chances de ser "Oscarizado"!

Kamila said...

Mateus, então, fiquemos de olho em "Che".

Ygor Moretti Fiorante said...

Parece um trabalho que não tem como não ser bom, uma grande dupla diretor Soderbergh e ator Benicio. Quero ver muito...

Ygor Moretti Fiorante said...

ah já ia me esquecendo rsss rola um espacinho ai na sua lista do meu blog? valeusss

Vitor Stefano said...

Estamos muito ansiosos para a estéia deste que provavelmente coroará um dos melhores atores na atualidade, Del Toro.

Gostamos muito do seu blog, visite o nosso também!

Sessões