Saturday, May 17, 2008

Cannes Film Festival - Estréia de "Linha de Passe"

Antes de estrear no Festival de Cinema de Cannes, o filme “Linha de Passe”, dos diretores Walter Salles e Daniella Thomas, foi envolvido em uma grande polêmica. Em 2006, Salles entrou com um processo de plágio contra o autor João Emanuel Carneiro, que teria se inspirado na trama do filme para compor um dos personagens centrais da novela “Cobras e Lagartos”, que foi ao ar pela Rede Globo. O processo acabou não dando em muita coisa, mas forçou a dupla de diretores a recomeçar um projeto que eles vinham acalentando há mais de 4 anos – e o resultado dessas mudanças foi o que eles apresentaram na Riviera Francesa.

“Linha de Passe” não é o típico filme brasileiro. Ao invés de apostar no retrato das nossas mazelas sociais, o roteiro do longa segue “quatro irmãos em São Paulo que recorrem ao futebol, à religião e ao crime na medida em que tentam escapar da pobreza e da monotonia da vida dos subúrbios”. Fala o diretor Walter Salles: “Nós não queríamos fazer um filme sobre traficantes de drogas ou policiais nas áreas mais pobres. Nós queríamos fazer um filme que mostrasse que a violência estava sendo rejeitada como saída de vida”.

O filme de Walter Salles e Daniella Thomas é um dos quatro produzidos na América do Sul a estarem concorrendo à Palma de Ouro no festival de Cannes. A primeira reação ao filme foi publicada pela agência de notícias Reuters, que afirma que "Linha de Passe" é difícil, porém tocante.

PS: O Blog do Vinícius está fazendo uma cobertura completa da edição 2008 do Festival de Cinema de Cannes

18 comments:

Rafael Carvalho said...

Poxa, não sabia dessa acusação de plágio, não. Mas o que importa é que o filme está pronto e parece que foi bem recebido hoje pela impressa na Croissete. Já falei várias vezes que o Walter Salles é o diretor brasleiro contemporâneo a qual eu tenho mais admiração. Seu Abril Despedaçado é uma das obras que mais mecheram comigo e me marcaram além de me ter despertado para o cinema. Torço imensamente por ele.

Romeika said...

Kamila, eu nao sabia desse novo filme do Walter Salles, estou muito por fora! Acredito que tenha um retrato realista, mas ao mesmo tempo tocante sobre o tema, que eh algo constante em sua filmografia.

Sim, quanto a "Bella", parece que tem pra baixar:-) AFFF eh o jeito mesmo hehe

Vinícius P. said...

Não sabia dessa questão do processo, muito interessante. Acho que "Linha de Passe" foi um dos melhores do Festival até o momento pelos comentários da imprensa, espero que nessa edição o Brasil leve algum prêmio. E obrigado pelo link! ;-)

Abraço!

Kamila said...

Rafael, na época, essa acusação de plágio causou um bafafá danado na mídia. O Salles teve que recomeçar seu filme do zero por causa do processo e tudo. Eu gosto muito do Walter. Acho que ele é um diretor sensível e muito competente. Também torço pelo sucesso de "Linha de Passe".

Romeika, exatamente. Estas são as marcas do cinema do Walter. Que bom que conseguirá assistir "Bella". :-)

Vinícius, pelo que vi, parece que "Linha de Passe" foi um dos filmes mais elogiados do festival, até agora, o que é maravilhoso. Não precisa agradecer pelo link. ;-)

Weiner said...

Kamila, pois é, me lembro bem desta história de plágio envolvendo o Salles e o João Emanuel Carneiro (um autor que gosto muito, diga-se de passagem). Espero mesmo que fuja dos estrereótipos mesmo tratando de um tema um pouco apelativo.
Palma de Ouro para um filme nosso seria muito orgulho...
Ah, e o Vinícius está fazendo uma cobertura excepcional do festival mesmo, nem estou procurando notícias em outros sites.
Abraço!

Louis Vidovix said...

Verdade, Ka. Me lembro dessa suspeita de plágio. O filme me interessa bastante mesmo assim!

Kamila said...

Weiner, acho que "Linha de Passe" junto com "Três Macacos" são os filmes favoritos a levar a Palma de Ouro. E o Vinícius está arrasando na cobertura mesmo!

Louis, o filme também me interessa demais, até porque o Waltinho é um baita diretor.

Isabela said...

Pois é, tenho lido muitas coisas sobre Cannes esse ano, e parece que tanto estrangeiros quando no cinema nacional existem boas opções esse ano, para todos os gostos. Estou bastante animada pelo que tenho lido, e não vejo a hora de começar a conferir alguns desses titulos.

Beijos!

Marcel Gois said...

Muito bom ver o bons resultados do nosso cinema. Estou interessado nesse filme, também gosto muito do trabalho do Salles.

Aliás, uma boa dica do Blog de Vinícius. Tem muita coisa sobre Cannes mesmo! xD Vlw

Robson Saldanha said...

Kamila criatura. Fui curiar seu perfil pra ver se tinha orkut e descobri que somos conterrâneos? que curioso, é tão dificil encontrar alguem que tenha blog de cinema aqui em Natal. Tem orkut?

Vulgo Dudu said...

Esse aí merece uma conferida. Walter Salles está anos-luz distante...

Bjs.

Pedro Henrique said...

Estou um pouco cansado desse tipo de filme, mas torço muito pelo sucesso e quero ver mesmo assim.

Otavio Almeida said...

Como eu disse no Blog do Vinicius, quero ver esse filme até porque não existe um bom filme sobre futebol. Digo um bom filme sobre futebol com boas cenas de uma partida de futebol. Vamos ver...

Bjs!

Kamila said...

Isabela, eu também não vejo a hora de conferir os títulos que estão em Cannes.

Marcel, o Blog do Vinícius é muito bom. A leitura é totalmente recomendada!

Robson, para mim, você sabia que eu era de Natal.

Dudu, concordo plenamente!

Pedro, eu acho que, mesmo com a proposta, um filme do Walter Salles nunca deve ser desprezado.

Otavio, exatamente!!! Mas, eu acho que o futebol, aqui, é retratado em segundo plano. Beijos!

Luciano Lima said...

Lembro de ter lido sobre esse processo na SET há uns 3 meses atrás. Espero que nada disso repercuta. Estou na torcida por um prêmio para o Brasil, nosso cinema merece muito!

Kamila said...

Luciano, faço minhas as suas palavras!

Marfil said...

Pela crítica francesa, LINHA DE PASSE é o segundo melhor filme da competição. Só perde para VALSA COM BASHIR

Kamila said...

Marfil, que bom!! Espero, então, que "Linha de Passe" se torne um forte concorrente à Palma de Ouro em Cannes.