Tuesday, March 20, 2007

Norbit (2007)


Para os comediantes, não existem limites na hora de fazer comédia. Eles não hesitam em transformar sua voz ou sua aparência – algumas vezes até para interpretar múltiplos personagens. Tome como exemplo os casos dos irmãos Shawn e Marlon Wayans nos filmes “As Branquelas” e “O Pequenino” e de Tyler Perry em “O Diário de uma Louca”. Eddie Murphy também está bem familiarizado com esse jeito de fazer comédia, afinal em “O Professor Aloprado” entrou na pele de três personagens e em “O Príncipe em Nova York” interpretou outros tantos.

Em “Norbit”, do diretor Brian Robbins, filme que Eddie Muprhy estrela, produz e roteiriza (ao lado de Charles Q. Murphy, Jay Sherick e David Ronn); o comediante interpreta três personagens. Norbit, o primeiro deles, é bem parecido com um dos personagens que ele interpretou em “Os Picaretas”, uma vez que é ingênuo e facilmente enganado pelos outros. Sr. Wong, o segundo deles, é o dono do orfanato/restaurante chinês em que Norbit cresceu. E Rasputia, o terceiro deles, é a esposa ciumenta de Norbit.

A trama do filme apresenta Norbit como um perfeito “loser”. Norbit tem uma aparência física distinta (óculos grandes, um cabelo afro) e foi abandonado ainda bebê pelos pais. Ele cresceu sendo humilhado pelos colegas – só teve um descanso dessas brincadeiras quando estava ao lado de Kate, uma amiga do orfanato que acabou sendo adotada por uma família; e, posteriormente, na companhia de Rasputia, a garota que o pega para ser, literalmente, a sua “bitch”.

O acontecimento mais importante de “Norbit” é a volta de Kate (Thandie Newton) à cidade aonde cresceu, pois ela acabou de vender seu negócio de moda e quer comprar o orfanato do Sr. Wong. Ao reencontrá-la, Norbit vê a oportunidade perfeita para tomar as rédeas de sua vida e, de quebra, reconquistar o seu amor de infância. Mas, para isso acontecer, Norbit tem que ter a coragem de abandonar Rasputia, de enfrentar a perseguição de seus cunhados e de estragar os planos de Deion Hughes (Cuba Gooding Jr.), o noivo oportunista de Kate.

Quando “Norbit” estreou nas salas de cinema dos Estados Unidos nas semanas que antecederam o Oscar (prêmio para o qual Eddie Murphy estava indicado pela sua performance como ator coadjuvante no filme “Dreamgirls – Em Busca de um Sonho”), a imprensa muito especulou sobre se o sucesso do filme nas bilheterias poderia prejudicar as chances de ganhar a estatueta dourada. Esta discussão era totalmente imprópria no período, pois, se tinha algo que poderia tirar o Oscar de Murphy, não era o seu histórico cinematográfico, e sim a sua conhecida atitude arrogante no meio. Antipatias à parte, o que todos esperam é que Murphy utilize a sua indicação ao Oscar para fazer projetos que sejam desafiantes, e não as mesmas comédias de sempre. Ele já provou que tem talento para isso.

Cotação: 1,5

Crédito Foto: Yahoo! Movies

27 comments:

Túlio Moreira said...

Kamila, você falar que o Norbit é parecido com o dublê de ator atrapalhado de Os Picaretas é inconstestavelmente certo: olha a foto que você escolheu! Até a maquiagem é igual, hehehehehe

Bem, 1,5... Mas deve ser mais um daqueles filmes feitos para a Sessão da Tarde - o Eddie Murphy tem um monte.

BJÃO!!!!!

Otavio Almeida said...

Puxa, então é ruim mesmo? Acho que vou deixar NORBIT para o DVD.

Bjs!

romeika said...

Kamila doida, vc eh muito corajosa de ir ao cinema ver este filme:-o hehehe Desse aih eu vou passar longe, soh pelo trailer dah pra ver que eh cheio de cliches grosseiros e preconceituosos (e sem um pingo de graça). Acho que foi justo o Eddie Murphy ter perdido o Oscar...

Kamila said...

Romeika, o filme é cheio de clichês grosseiros e preconceituosos, especialmente com as pessoas obesas.

E, em minha defesa, fui ao cinema para assistir "Mais Estranho que a Ficção", mas a sala estava com problemas de som. Para não perder a viagem, decidi assistir "Norbit".

Túlio e Otávio: o filme foi feito especialmente para a sessão da tarde e é melhor deixar pro DVD mesmo.

Museu do Cinema said...

Sou fã do Eddie, mas o último bom filme de comédia que ele fez foi aquele com o Steve Martin, é Os Picaretas né?

Otavio Almeida said...

Sim! OS PICARETAS é muito legal! Tem o filme dentro do filme... o CHUBBY RAIN! Aliás, que nomes para os filmes com Steve Martin... OS PICARETAS, OS SAFADOS, etc... ;-))

romeika said...

hehehe Eu tb gostei de "Os Picaretas" *lol*

Kamila, realmente perder a viagem (e o preço do estacionamento) nao dah. Abs!

Kamila said...

O último bom filme de comédia do Eddie Murphy realmente foi "Os Picaretas".

Túlio Moreira said...

Puxa, Os Picaretas é um dos meus filmes preferidos! Aquela cena dele (tentando) atravessar a rua, fantástica!!!!

Kamila e Romeika, respondi os comentários das duas lá no cinema-kabuki.

Ah, Kamila, sua dica valeu muito! Eu gostei demais de Scoop e recomendo para todos! :D

Bjos para as duas!

Kamila said...

Eu tinha certeza de que você não iria se arrepender de ver "Scoop", Túlio. E tomou a decisão certa mesmo. Os filmes do Woody Allen não têm uma vida muito longa nos cinemas brasileiros.

Beijo.

Túlio Moreira said...

Kamila, e incrível como a platéia dava gargalhadas o tempo todo - o filme é muito engraçado. A química de cena entre Woody Allen e Scarlett Johansson, então, nem se fala.

Ah, e valeu também por ter ido pela primeira vez a um cinema Cinemark. hehehehehehe, estou até agora impressionado com a estrutura do cinema - até então, Goiânia só tinha salas mais simples.

BJO grande!

Museu do Cinema said...

Ainda não vi Scoop, mas pretendo fazê-lo em breve, só tenho medo que ele tenha vida curta nos cinemas...

Adoro os filmes do Woody Allen, o jeito dele escrever cenas e dialogos é único e uma marca de todos seus filmes, e olha que é filme pra caramba.

Otavio Almeida said...

Ainda não vi SCOOP. Mas farei isso neste fim de semana. Espero.

E concordo 100% com o Cassiano sobre o Woody Allen!!!

Kamila said...

Cinemark não tem nem comparação, Túlio. As salas são ótimas, o som é excelente. A única coisa que eu não gosto lá é o preço da lanchonete deles. :-)

Eu quero muito ver "Scoop", mas o filme não estreará aqui em Natal neste final de semana.

Túlio Moreira said...

hehehehehehe

Você acredita que eu levo bolacha de casa? :P

Kamila said...

Túlio, às vezes, também levo pro cinema um biscoito recheado de casa. :-)

Beijo.

Roberto Queiroz said...

Kamila, em linhas gerais: uma bomba! Vejo que também gostou de O Último Rei da Escócia. Achei estupendo (um dos melhores do ano até agora para mim). Hoje fui ver Número 23. Fuja dele! é óbvio, repetitivo e o final (todo mundo já sabia de antemão).

(http://claque-te.blogspot.com): O Último Rei da Escócia, de Kevin Macdonald.

Alex Gonçalves said...

Acredito que Norbit teve grande influência para os votantes da Academia não selecionarem o ator como melhor coadjuvante por DreamGirls. Até estava com vontade de vê-lo na tela grande (confesso que me diverti com o trailer), mas o ingresso está muito caro para ariscar a grana com qualquer filme. E espera-se que Eddie Murphy tome "juízo"...

Kamila said...

Alex, acho que "Norbit" não teve tanta influência assim no resultado do Oscar. O fator decisivo, na minha opinião, foi a impressão que as pessoas que trabalham na indústria têm sobre o Eddie Murphy. Ao que tudo indica, ele é visto como antipático e arrogante perante os colegas de trabalho.

Túlio Moreira said...

Também tenho essa opinião, Kamila. Por mais que Norbit possa ser ruim, acho que a imagem arrogante de Eddie Murphy (algo bem diferente do que vemos nos filmes dele) pesou mais na hora do Oscar. Sem contar que o ator já foi muito envolvido em escândalos pessoais, hehehehe

bjo!

Kamila said...

Túlio, é por quê eu não quis entrar na área dos escândalos pessoais. Eles também tiveram um papel fundamental na derrota dele no Oscar.

Beijo.

V said...

Eu não me animo a ver esse filme
e sinceramente nunca gostei do Murphy e que bom que ele não levou o Oscar.
Nossa 1,5 deve figurar na sua listinha do final do ano dos piores hehehe.

Kamila said...

Não sei se vai figurar na minha lista de piores de 2007, mas, com certeza, ele já é um favorito para estar nesta lista.

Túlio Moreira said...

Sim, Kamila. E parece também que de última hora a Academia desencantou com Dreamgirls. Ou talvez o bafafá em torno do filme nunca tenha sido real. A fita estreou aqui em Goiânia, mas sinceramente ainda não me animei a vê-la (preferi Scoop e Cartas de Iwo Jima).

Bjão!

Túlio Moreira said...

P.S.: respondi seu comentário sobre X-Men 3 lá no blog. Bjo!

Kamila said...

Túlio, acho que a Academia ficou farta de as pessoas dizerem que "Dreamgirls" era o favorito ao Oscar mesmo antes de ele ser filmado ou visto.

Anonymous said...

Amava ver