Wednesday, December 12, 2007

Bee Movie - A História de uma Abelha (Bee Movie, 2007)

Ninguém mostra isso para nós durante a infância, mas a gente aprende que a nossa vida é rodeada de expectativas. Em que tipo de pessoa nos transformaremos? Que carreira iremos seguir? Vamos constituir família? Estas são somente algumas perguntas com as quais iremos nos deparar. No filme de animação “Bee Movie – A História de uma Abelha”, dos diretores Steve Hickner e Simon J. Smith, encontraremos personagens que respondem às expectativas de diferentes maneiras.

Barry Benson (dublado por Jerry Seinfeld, que co-escreveu o roteiro do filme ao lado de Spike Feresten, Barry Marder e Andy Robin) acaba de se formar na faculdade e deve seguir o caminho de todas as outras abelhas: ir trabalhar na colméia produzindo mel. Ao chegar na indústria, Barry se espanta com a grandiosidade do local e, principalmente, com a idéia de ter que fazer uma única função até o resto de sua vida. Ele quer contribuir com a sua comunidade de uma outra forma.

Ao viajar para o mundo dos humanos e começar uma amizade com a florista Vanessa Bloome (dublada por Renée Zellweger), Barry acredita ter encontrado sua verdadeira vocação: devolver o mel produzido por abelhas em cativeiro às colméias. No entanto, o que Barry não sabe é que, ao mexer nas relações da cadeia natural, trará conseqüências séries, não só para o mundo humano, como também para a sua própria comunidade.

O comediante norte-americano Jerry Seinfeld entende bem a respeito de expectativas. Ao terminar o ciclo do seriado “Seinfeld” (que muitos consideram ser o melhor programa de todos os tempos da TV dos Estados Unidos), muita gente se perguntou o que viria depois para ele. Jerry contrariou todas as previsões: casou-se, teve filhos e pouco se envolveu com o mundo do entretenimento – fez participações em pequenos filmes e produziu um documentário. “Bee Movie – A História de uma Abelha” é seu retorno. Uma volta surpreendente, diga-se de passagem.

“Bee Movie – A História de uma Abelha” é somente mais uma prova do fato de que os filmes de animação atuais são direcionados a um público-alvo bem diferente. Saem as crianças e entram os adultos – que levam os pimpolhos às salas de cinema como uma desculpa para assistirem a este tipo de filme. “Bee Movie – A História de uma Abelha” tem um ótimo elenco – além de Seinfeld e Zellweger, temos as vozes de Matthew Broderick, Patrick Warburton (existe algum filme de animação sem a participação dele?), John Goodman, Chris Rock, Kathy Bates, Barry Levinson, Ray Liotta, Larry King, Oprah Winfrey, Sting, Larry Miller, Megan Mullally, Rip Torn, dentre outros – e muitas piadas inteligentes e que serão entendidas mais facilmente pelos adultos – já que qual criança saberá o que é a Enron, a Halliburton ou o programa de Larry King?

Cotação: 7,3

Bee Movie - A História de uma Abelha (Bee Movie, EUA, 2007)
Diretor(es): Steve Hickner, Simon J. Smith
Roteirista(s): Jerry Seinfeld, Spike Feresten, Barry Marder, Andy Robin
Elenco: Jerry Seinfeld, Renée Zellweger, Matthew Broderick, Patrick Warburton, John Goodman, Chris Rock, Kathy Bates, Barry Levinson, Larry King, Ray Liotta, Sting, Oprah Winfrey, Larry Miller, Megan Mullally, Rip Torn

9 comments:

Victor Nassar said...

É...e pensar que eu assistia "Pica-pau", "Tom e Jerry", só pra me divertir desprentesiosamente. E cada vez mais os "desenhos" vão deixando a ingênua diversão de lado e entrando por assuntos existencialistas, sociais...
Que, no máximo, "A caverna do Dragão" ia me trazer...hehe

Os desenhos tem sido feito pra adultos sim, mas é que as crianças também estão ficando cada vez mais precoces.

Era de se esperar que Seinfild fizesse algo nesse sentido. Ainda não tive oportunidade de assistir Bee Movie, mas pretendo corrigir em breve. Bom que o povo tá gostando.


Beju Kamila!

Museu do Cinema said...

E ai Kamila, como tá a cotação desse filme para melhor animação no Oscar?

Wally - Cine Vita said...

Devo ver esse no Domingo, ao lado de Jesse James, que finalmente deu as caras aqui.

Kamila said...

Victor, realmente, as crianças de hoje têm uma infância completamente diferente da que nós tivemos. Você usou a palavra certa para descrever isso: precoce.

Cassiano, infelizmente, nem está tão cotado assim, mas confio na credibilidade de Seinfeld e na melhor qualidade dessa animação para que ela esteja entre os indicados ao Oscar - afinal, merece mais que, por exemplo, "A Lenda de Beowulf".

Wally, que sorte. "O Assassinato de Jesse James" ainda - e nem sei - deu as caras por aqui.

Otavio Almeida said...

Kamila, ainda não vi BEE MOVIE. Quero ver pq adoro o Jerry Seinfeld.

Adorei seu texto!

Bjs!

Ramon Scheidemantel said...

Kamila... não gostei do filme, não!
Pelo menos não tanto quanto você.
Não achei que as piadinhas inteligente, fazendo referências ao cotodiano dos adultos, vingaram.
Bom... nem vou me enrolar aqui. Minha resenha está publicada.
kkkk! Mais uma coincidência!

Kamila said...

Obrigada, Otavio, e confira o filme, que é bem legal.

Ramon, vou lá ler sua resenha para ver por quê você não gostou do filme.

Beijos.

Vinícius P. said...

Realmente é bem para adultos mesmo, especialmente por causa dessas ótimas sacadas do roteiro (os momentos mais divertidos são no julgamento). Esperava mais do Seinfeld, pois mesmo que tenha um roteiro razoável, achei a trama muito boba - ou não foi desenvolvida da forma como deveria.

Kamila said...

Vinícius, eu achei que o filme começou a perder um pouco o rumo após as cenas do julgamento. Mas, no geral, "Bee Movie" é um bom filme.